Após pedido de Jair Bolsonaro, caminhoneiros encerram manifestação em Varginha

Manifestantes deixaram a MGC-491 depois de áudio gravado pelo presidente pedindo a liberação das vias. Com a paralisação, postos de combustíveis ficaram lotados na cidade.

Redação CSul/Foto destaque: William dos Santos/Reprodução

Após um pedido do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para que os caminhoneiros encerrassem a paralisação iniciada no final da tarde desta quarta-feira (8), os manifestantes decidiram pelo término da manifestação na manhã desta quinta-feira (9). Em Varginha, de acordo com a Polícia Militar, os caminhoneiros deixaram a MGC-491 nesta manhã.

Manifestação teve fim no início desta quinta-feira (9)
Foto: Reprodução Blog do Madeira

A paralisação ocorreu em favor ao governo federal e contra os ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Em áudio, Bolsonaro pediu às lideranças do movimento que desbloqueiem as vias para evitar desabastecimento e aumento da inflação.

Ainda conforme a PM, no município, nenhum veículo foi parado pelos manifestantes. Também houve manifestações em cidades da região. Em Poços de Caldas, por exemplo, mais de 85 caminhões estavam parados no Marco Divisório, na MGC-267, na manhã desta quinta-feira (9).

Já em Lavras, na MG-050, perto do aeroporto, cerca de 150 caminhões estavam parados.

Postos de combustíveis lotados

Devido à paralisação, postos de combustíveis ficaram lotados em Varginha. Em alguns casos, chegou a faltar combustível em virtude da grande demanda. Agora, com a liberação da pista e o fim da paralisação, o abastecimento deverá voltar à normalidade.

Longas filas se formaram em postos de combustíveis na cidade/Foto: Priscila Paiva-Reprodução Blog do Madeira

*Com informações: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.