Taxista é morto em estrada entre Três Corações e Carmo da Cachoeira

A vítima, identificada por Victor Firmino, de 51 anos, estava sem roupas e sem o aparelho celular quando os militares a encontraram.

Redação CSul/Foto: Polícia Militar

Um taxista foi encontrado morto na manhã deste sábado (2), em uma estrada vicinal que liga os municípios de Três Corações e Carmo da Cachoeira. A vítima, identificada por Victor Firmino, de 51 anos, estava sem roupas e sem o aparelho celular quando os militares a encontraram.

De acordo com a Polícia Militar, Victor recebeu um chamado para fazer uma corrida até Carmo da Cachoeira. Pouco tempo depois, um colega da vítima, também taxista, disse que recebeu uma chamada do celular da vítima alegando estar sem gasolina e pedindo dinheiro por “pix”. Desconfiado, o homem chamou a PM que, horas depois, localizou o corpo.

Suspeitos localizados

Três homens foram presos suspeitos de envolvimento na morte de Victor. Conforme a PM, eles foram presos após perseguição policial, ainda neste sábado. Um deles foi encontrado entre São Bento Abade e Luminárias e os outros dois em um povoado de Carmo da Cachoeira.

Segundo a Polícia Militar, a perseguição teve início logo após o corpo de Sérgio ser localizado. Os homens foram vistos em um posto de combustíveis, em Luminárias. Eles abasteceram o veículo com R$ 120 reais em combustível e, segundo a PM, fugiram sem pagar.

Os homens também foram vistos em São Tomé das Letras. A PM então deu início à perseguição e conseguiu localizar os suspeitos em uma estrada rural, perto de São Bento Abade.

Ao perceber a presença dos militares, os suspeitos deixaram o carro e fugiram a pé para dentro de um cafezal. Com a ajuda do helicóptero da polícia, um dos envolvidos, um jovem de 24 anos, foi localizado e preso entre São Bento Abade e Luminárias.

Os outros dois suspeitos, de 32 e 31 anos, foram localizados em um povoado de Carmo da Cachoeira. A Polícia Militar informou que moradores do “Palmital do Servo” estranharam quando dois homens apareceram pedindo água e roupas e por isso acionaram a PM.

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.