Homem é condenado a 20 anos de prisão após assassinar mãe na frente das filhas em Três Corações

À época, Camila Miranda Bandeira, de 32 anos, foi morta a facadas pelo companheiro na frente das filhas que, na ocasião, as crianças tinham 11, nove, oito e seis anos.

Redação CSul/Foto: Arquivo Familiar

O homem acusado de assassinar a esposa na frente das quatro filhas em dezembro do ano passado foi condenado, nesta terça-feira (14), a 20 anos de prisão. O crime aconteceu na cidade de Três Corações.

O julgado de Thiago da Silva Ribeiro começou por volta de 9h e durou cerca de seis horas. O réu foi a juri popular pelos crimes de homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, meio cruel e contra a mulher por razões de condição do sexo feminino.

À época, Camila Miranda Bandeira, de 32 anos, foi morta a facadas pelo companheiro na frente das filhas que, na ocasião, as crianças tinham 11, nove, oito e seis anos. A vítima estava inconsciente e com várias lesões pelo corpo, principalmente no rosto. O cabelo da mulher ainda foi cortado com uma faca e colocado em um balde.

As filhas do casal contaram para os militares que o pai estava discutindo com a mãe porque acreditava que ela estaria traindo-o. Ele também pedia para que ela desbloqueasse o celular.

Mais tarde, o pai teria começado as agressões e trancado as filhas e a mulher em um cômodo, quando voltou com uma faca. Ainda de acordo com a PM, o homem cortou o cabelo da mulher, depois a esfaqueou e a agrediu, mesmo estando desacordada.

As crianças ainda contaram que foram obrigadas a pegar todos os pertences do pai e colocá-los em um carro, para que ele pudesse fugir. O homem foi preso na tarde do mesmo dia.

*Com informações: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.