Campanha contra Gripe – Começa vacinação de crianças de 2 a 5 anos, gestantes e perpétuas

A terceira fase da 22ª Campanha contra a Gripe estava prevista para começar dia 9 de maio, mas a Prefeitura Municipal de Varginha antecipou e começará imunizar crianças de 2 a 5 anos 11 meses e 29 dias, gestantes e perpétuas, mães de recém nascidos. Nesta terça-feira (5), a prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, anunciou o recebimento do novo lote da vacina contra influenza e que iniciará a terceira fase.

“Podem vacinar Gestantes em qualquer idade gestacional e Puérperas, todas as mulheres no período até 45 dias após o parto”, informou a Secretaria de Saúde. Para isso, deverão apresentar documento que comprove o puerpério (Certidão de Nascimento, Cartão da Gestante, documento do hospital onde ocorreu o parto, entre outros) durante o período de vacinação.

O dia “D” de mobilização nacional para a vacinação acontece no dia 9 de maio (sábado). Nesta data, os 41 mil postos de saúde ficarão abertos para atender todos os grupos prioritários.

Pontos de Vacinação

No Canaã, imunização acontece dentro de Container / Foto: CSul

01 UBS Farmacêutica Bioquímica Regina Gomes Nunes da Silva, rua Sabino de Oliveira, 35 – Jardim Colonial Cidade Nova – 7h30 às 16h30
02 UBS Enf. Janaina (PSF Casa Azul), rua Josino Neri, 206 – Centenário – 7h30 às 16h30
03 UBS Dra. Edna Baroni Alvarenga Imaculada, rua Francisco Ferreira de Carvalho, 330 – Imaculada – 7h30 às 16:30
04 PSF Mont Serrat, rua Nelson de Freitas, 100 – Mont Serrat – 7h30 às 16h30
05 Policlínica Central, rua Santa Catarina, s/n – Centro – 7h30 às 16h30
06 UBS Canaã, Avenida Estados Unidos, s/nº (no Container) – Canaã – 7h30 às 16h30

Campanha antecipada

Neste ano, o Ministério da Saúde mudou o início da campanha, de abril para março, para proteger de forma antecipada os públicos prioritários contra os vírus mais comuns da gripe. A vacina contra influenza não tem eficácia contra o coronavírus, porém, neste momento, irá auxiliar os profissionais de saúde na exclusão do diagnóstico para coronavírus, já que os sintomas são parecidos. E, ainda, ajuda a reduzir a procura por serviços de saúde. Estudos e dados apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos, grupo que corresponde a 20,8 milhões de pessoas no Brasil. Por isso, a primeira etapa da campanha contemplou esse público.

Prevenção

Medidas de higiene como lavar bem as mãos com água e sabão, não compartilhar objetos de uso pessoal e manter os ambientes bem ventilados ajudam a evitar a gripe.

Redação CSul – Iago Almeida / Foto: Divulgação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *