Duo Las Forasteras visita redação do CSul

Na tarde desta quinta-feira (1º), a portuguesa Maria Salvação e a alfenense Mila Tiso, acompanhadas do jornalista da Fundação Cultural de Varginha, Agnaldo Montesso, visitaram a redação do CSul para falarem sobre a carreira do duo Las Forasteras. Elas se apresentam pela primeira vez no projeto 5ª da Boa Música desta semana, que acontece hoje (1º), com um repertório trazendo o melhor do Pop Rock, MPB e Folk a Varginha.

“É uma mistura de ritmos já que cada uma tem formações e influências diferentes. Ela toca gaita e eu, violão. Fazemos duas vozes. Gostamos de agradar gregos e troianos”, diverte-se Maria Salvação.

No repertório da dupla estão cerca de 800 músicas. Em suas apresentações, elas escolhem as canções de acordo com o ambiente, atendendo também aos pedidos do público.

Para Mila Tiso, “somos muito forasteiras. Em todos os lugares que visitamos, aprendemos que todas as pessoas são diferentes, aprendemos várias línguas e isso para nós é de grande importância”.

Ainda de acordo com Maria Salvação, “eu não sei como as pessoas perguntam como chegamos ao nome Las Forasteras, por que como não ser forasteira no Brasil? Como ficar somente em um lugar e não ir aos outros maravilhosos lugares? Cada cidade é mais incrível que a outra. Até aquela cidade que não tem nada, acabada sendo incrível pelo simples fato de não ter nada. É necessário sair da zona de conforto para conhecer outros lugares, pessoas e culturas”, disse.

Iago Almeida / CSul

Como tudo começou

As duas se conhecerem em 2012, em um bar no bairro Alto, zona boêmia de Lisboa, em Portugal. Com a crise econômica que atingia o país europeu na época, Maria e Mila juntaram as bagagens musicais e começaram a cantar nas ruas de Lisboa, Porto e Madrid.

Maria Salvação tem influências de pop rock e folk e Mila Tiso, que nasceu em uma família que respira música (ela é sobrinha do pianista, compositor e maestro Wagner Tiso) conta com referências de Samba, MPB e Bossa Nova.

Mila, que tinha acabado de se graduar em Design, e Maria, que trabalhava com Marketing e tinha uma vida profissional agitada e um pouco estressante, decidiram então se jogar no mundo se dedicando totalmente à música.

Desde então, a dupla já passou por Portugal, Espanha, Inglaterra e França e, agora, está no Brasil, onde já fizeram shows por São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. Depois desta temporada pelo sudeste vão se apresentar no Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul e depois continuarão pela América Latina e Europa.

 

Fotos: Franciele Brígida/CSul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.