• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Homem é morto a facadas por companheira após discussão por ventilador

De acordo com a Polícia Militar, a autora do crime, uma jovem de 26 anos, confessou o crime e foi presa na madrugada desta segunda-feira (20). O motivo da briga teria sido a venda de um ventilador.

Redação CSul/Foto: Divulgação Equipe Positiva

Um idoso de 62 anos foi morto a facadas pela companheira na noite deste domingo (19), em Três Pontas. De acordo com a Polícia Militar, a autora do crime, uma jovem de 26 anos, confessou o crime e foi presa na madrugada desta segunda-feira (20). O motivo da briga teria sido a venda de um ventilador.

Segundo a Polícia Militar, ao Samu, a mulher contou que seu companheiro havia sofrido um ataque cardíaco. Porém, o portão da casa estava fechado e ela dizia que não estava com a chave. Já para a PM, a autora disse que seu companheiro teria sido agredido por um indivíduo que fugiu em uma bicicleta.

Após os depoimentos contraditórios, militares destruíram o cadeado do portão e entraram na residência. No local, havia sangue no chão da garagem e nas paredes. A vítima, identificada por José Cláudio Batista, estava caído sobre um poça de sangue. Próximo ao corpo, foi localizado uma faca de 15 centímetros e um pedaço de madeira com sinais de sangue.

Foi constatado por profissionais do SAMU que a vítima não apresentava sinais vitais. A faca e o pedaço de madeira foram recolhidos. O corpo foi encaminhado para o IML.

O caso

A polícia informou que a mulher confessou que discutiu com a vítima por volta de 18h, deste domingo (19). A briga teria começado porque José Claudio teria vendido seu ventilador.

A suspeita contou que a vítima teria começado a ofendê-la. Ele teria agarrado o cabelo da companheira e jogado ela no chão. Ainda de acordo com a PM, a mulher contou que, ao se levantar, foi até a cozinha, pegou uma faca e esfaqueou o companheiro na barriga.

A mulher foi presa em flagrante delito. Ela foi levada ao pronto socorro por apresentar escoriações pelo corpo e, após liberada, foi encaminhada para a delegacia.

A mulher contou para a PM que havia foi casada com José Claudio por oito anos.

Fonte: G1 Sul de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.