Festival de cinema “Saindo da Gaveta” soma mais de 17 mil acessos

Evento promovido pela MAZ e Lucas Marques reuniu cineastas de todo o mundo.

Redação CSul – Foto destaque: Divulgação

O festival “Saindo da Gaveta” surpreendeu Varginha e região, mesmo com a pandemia da Covid-19 quem acompanhava não ficou decepcionado. Realizado pela MAZ, juntamente com Lucas Marques, o evento contou com 770 filmes inscritos e 80 cineastas premiados.

Neste ano, as inscrições ao projeto dobraram em comparação com a edição anterior. “Na proposta do projeto, havíamos programado 30 vagas para as oficinas. Resolvemos contemplar para as mesmas, 73 vagas. Foram realizadas sete mostras; animação, documentário, ficção, curta metragem, ficção média metragem, ficção longa metragem, filmes mineiros e internacionais”, revelou Marina Azze, presidente da MAZ.

Ao fim do projeto, foram mais de 17 mil acessos, número que surpreendeu os idealizadores do projeto. Durante o festival, o júri foi composto por cineastas conhecidos no mercado cinematográfico, tais como, Pablo Rosa, Vic Kings, Ivann Willig, Vitória Raciane, Lucas Marques, Samara Bonfim, Luciano Santana e Marcelo Cesar.

Ficamos realmente muito orgulhosos com o movimento que o festival fez, num momento em que as salas de cinemas estão fechando. Nós cuidamos da plataforma de streaming, para que os cineastas tivessem segurança de exibir os filmes, sem o risco de fazerem o download dos trabalhos.  Recebemos um feedback muito positivo, é maravilhoso ser a ponte entre o público e os cineastas,” comentou Lucas Marques, proponente do Festival Saindo da Gaveta. 

Além das exibições, também foram destaques as oficinas e debates promovidos pelo evento online. O “Saindo da Gaveta” chegou ao fim no último dia 22, com 80 vencedores, sendo eles, cineastas do mundo todo. Para mais informações acesse: www.saindodagaveta.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.