Vereador quer que Copasa e Cemig expliquem se esgoto está sendo despejado no Rio Verde

O vereador Marquinho da Cooperativa convidou os diretores da Companhia de Saneamento de Minas Gerais – Copasa e da Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig, para usarem a Tribuna Livre da Câmara Municipal de Varginha e prestarem informações sobre o funcionamento do aterro sanitário e, principalmente, o tratamento de esgoto dos efluentes que estão sendo despejados no Rio Verde e as interrupções no fornecimento de água no município.

De acordo com o vereador, a indicação é muito importante obter informações concretas a respeito dos serviços realizados por essas empresas na cidade. “O que temos visto aqui em Varginha é que resíduos de coloração escura e mau cheiro continuam sendo despejados no Rio Verde, em um local conhecido como Poço Preto, próximo à divisa com Elói Mendes e a situação tem preocupado toda a população e cidades vizinhas. Esperamos que com esse encontro, seja possível esclarecer a população sobre os diversos problemas apontados e assim, trabalharmos efetivamente para resolvê-los”, disse Marquinho da Cooperativa.

Ainda no documento, o vereador destacou a importância da correta destinação dos resíduos sólidos para a diminuição dos impactos ambientais, como a degradação do solo, o comprometimento dos corpos d’água, mananciais e a intensificação das enchentes, problemas cada vez mais comuns nas áreas urbanas. “Será uma oportunidade para tratarmos de vários assuntos importantes que somente a direção dessas empresas que podem nos responder e, assim, poderemos esclarecer muitas dúvidas que nossa população tem e nos questiona diariamente”, concluiu o vereador.

Fonte e foto: Câmara Municipal de Varginha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *