Número de casos de Coronavírus em Varginha aumenta para 12; Sebrae e Azul cancelam serviços

O prefeito de Varginha em exercício, Vérdi Melo, gravou um vídeo nesta segunda-feira (16) para falar sobre o enfrentamento do coronavírus na cidade.

“Estamos fazendo o cancelamento de alguns eventos de grande aglomeração de pessoas, mas o mais importante de tudo isso é que estamos elaborando um decreto emergencial. Neste decreto vamos disciplinar também a questão das aulas escolares, se haverão suspensão ou não. A partir desta semana nós iremos implementar esse decreto, sobretudo coordenar essas ações de tal forma que a gente possa evitar risco de toda ordem”, disse Vérdi no vídeo.

A Secretaria Municipal de Saúde por meio da Comissão de Prevenção, Controle e Enfrentamento do Coronavírus em Varginha, divulgou nesta terça-feira (17)  que o número de caos suspeitos subiu para 12 no município. De acordo com a Secretaria, já foram colhidos os materiais e encaminhados a Fundação Ezequiel Dias, em Belo Horizonte.

“Até este momento não foi necessário internação de pacientes suspeitos, que apresentam quadro clínico estável e estão sendo monitorados por equipes da Atenção Básica. Eles permanecem em isolamento domiciliar, conforme determina os protocolos do Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde”, informou a Prefeitura. “Ressaltamos que os familiares estão sendo monitorados e permanecem em isolamento domiciliar, conforme determina os protocolos do Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde”, completou.

Agora são: Varginha: 8 casos (Segundo a Prefeitura Municipal são 12); Passos: 4 casos; Alfenas: 3 casos; Três Corações: 2 casos; Boa Esperança: 2 casos; Itajubá: 2 casos; Santa Rita do Sapucaí: 2 casos; Três Pontas: 2 casos; Pouso Alegre: 1 caso; Poços de Caldas: 1 caso; Monsenhor Paulo: 1 caso; Monte Sião: 1 caso.

Câmara Municipal

Divulgação

A Câmara Municipal de Varginha informou algumas medidas emergenciais que alteram o funcionamento do Legislativo nos próximos dias. “As mudanças terão influência, principalmente, em relação ao atendimento presencial, visto que o acesso às dependências da Câmara, à exemplo do que já está sendo realizado pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais e algumas Câmaras mineiras, ficará restrito a vereadores, servidores, imprensa e prestadores de serviço”, informou.

Também está suspensa a realização de sessões solenes, audiências públicas ou quaisquer outras atividades que não estejam diretamente relacionadas às atividades do Plenário e das Comissões.

As sessões ordinárias continuam funcionando normalmente. Às segundas e quartas, às 18h. Sendo transmitidas, ao vivo, pela internet, na página da Câmara de Varginha no Facebook e no Canal da Câmara de Varginha no Youtube.

Qualquer cidadão que precisar de atendimento deve ligar para o número 3219-4757, no horário normal de funcionamento, que é das 8h às 18h. Essas medidas estão sendo tomadas por um período de 30 dias.

Iago Almeida/Csul

Lar São Vicente

O Lar São Vicente de Paulo adotou algumas medidas para evitar o contágio pelo coronavírus. Passeios e idas à missa, dos idosos, foram suspensos temporariamente. As visitas ao asilo também foram reduzidas; agora, somente parentes próximos podem visitar os idosos.

Azul

A Prefeitura de Varginha informou nesta terça-feira (17), que a empresa Azul Linhas Aéreas decidiu suspender os voos Belo Horizonte/Varginha, Varginha/Belo Horizonte, a partir do dia 23 de março até 30 de junho.

Escolas Particulares

PIXNIO

O Tribunal Regional do Trabalho acatou o pedido de liminar do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais (Sinpro Minas) e suspendeu as aulas das escolas particulares em Minas Gerais até o fim de março. A decisão, tomada nesta segunda-feira (16), passa a valer a partir de quarta-feira (18) e tem como motivação a proliferação do novo coronavírus no território mineiro, onde a Saúde estadual já confirmou seis casos.

Segundo o tribunal, a medida pode abarcar um período de tempo maior caso seja “comprovada alteração dos fatos”, isto é, aumento fora do esperado dos casos da Covid-19.

Ainda conforme a decisão judicial, não haverá prejuízo à remuneração dos funcionários das escolas. O TRT também ressalta que o pagamento dos dias letivos que serão perdidos deve ser negociado entre as partes envolvidas.

Em caso de descumprimento da decisão, as escolas estão sujeitas ao pagamento de multa diária de R$ 30 mil. A decisão foi tomada pela desembargadora Camilla Guimarães Pereira Zeidler.

A determinação do TRT aconteceu depois que o Sinpro Minas moveu uma ação pedindo a suspensão das aulas. Em nota, o sindicato criticou o governo do estado por suspender as atividades das escolas sob sua administração somente até este domingo (22).

A entidade informou que “rechaça e contesta o posicionamento manifestado pelo Governo do Estado de Minas Gerais, e demais entidades que seguem sua orientação”.

O texto afirma preocupação com a exposição dos professores e de toda comunidade acadêmica. “Não interromper imediatamente as aulas, além de contribuir para a propagação da doença que assola o mundo, se traduz em medida irresponsável, no sentido ético e jurídico do termo”, informou.

Sebrae

Arquivo/R&A FotoVídeo

Seguindo as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), do Ministério da Saúde e do Governo Estadual, para evitar uma possível proliferação do novo coronavírus (COVID-19), o Sebrae Minas anuncia medidas para auxiliar os pequenos negócios impactados pelos efeitos econômicos da doença e também preservar a saúde e o bem-estar dos seus colaboradores e clientes.

Entre os dias 18 e 31 de março, os atendimentos presenciais nas Agências de Atendimento do Sebrae em Minas Gerais, assim como as visitas do Programa Sebrae na sua Empresa estarão suspensos. Os empreendedores que têm atividades agendadas neste período poderão marcar uma nova data ou optar por receber o reembolso do valor pago.

Por medida de precaução, o Sebrae Minas também cancelou os eventos agendados no período de 23 de março a 23 de abril.  Alguns eventos serão remarcados e as novas datas comunicadas assim que possível.

Em relação a seus colaboradores, o Sebrae Minas comunica uma série de ações para reduzir os riscos de propagação interna do vírus. Entre elas: o cancelamento de viagens a trabalho ao exterior e a outros estados; quarentena preventiva de sete dias, recomendada pelo Ministério da Saúde, aos colaboradores que retornarem de viagens para fora do país (de férias ou a trabalho); trabalho remoto para colaboradores com recomendação médica, gestantes, lactantes e com idade superior a 60 anos, além de restrições para reuniões presenciais e de participação dos funcionários em eventos externos.

Outra ação preventiva é a interrupção das aulas na Escola do Sebrae de Formação Gerencial (EFG) e no Núcleo de Empreendedorismo Juvenil (EFG/NEJ), em Belo Horizonte, entre os dias 18 e 31 de março. No total, 655 jovens estão matriculados nas duas instituições.

Atendimento Sebrae Minas

Canais digitais
Site: www.sebrae.com.br/minasgerais
Facebook: https://www.facebook.com/sebraemg/
Instagram: https://www.instagram.com/sebrae.minas
Twitter: https://twitter.com/sebraeminas
Linkedin: https://www.linkedin.com/company/sebraeminas
Youtube: https://www.youtube.com/sebraeminas
WhatsApp: (31) 9 9822-8208
Central de Atendimento do Sebrae Minas – 0800 570 0800

Redação CSul – Iago Almeida / Foto: Reprodução – TVCA/Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *