Cabeça d’água arrasta banhistas em Capitólio e três morrem

Além das vítimas fatais, fenômeno deixou pessoas ilhadas e com ferimentos.

Redação CSul/Foto destaque: Arquivo/Reprodução

Uma cabeça d’água deixou feridos e mortos na tarde deste sábado (2), em um complexo de cachoeiras localizado em Capitólio. Ao todo, três pessoas morreram e outras 16 foram resgatadas ilesas ou com ferimentos.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as vítimas fatais foram arrastadas pelas águas. Duas caíram no poço dos Cânions. Já a terceira foi localizada submersa.

Ainda conforme os bombeiros, o resultado atualizado das vítimas são: onze pessoas resgatadas, sendo um homem com fratura de pelve, fêmur exposta e trauma de face; um outro homem com fratura no joelho e trauma de face. Ambos foram encaminhados à hospitais de Passos. O restante foi liberado sem ferimentos. Das 11 vítimas, oito são mulheres – entre crianças e adultos -.

Cinco pessoas que ficaram ilhadas também foram resgatadas. Há, ainda, duas pessoas desaparecidas. Militares dos bombeiros realizam buscas submersas na manhã deste domingo (3).

O que é cabeça d’água?

O fenômeno ocorre quando uma chuva localizada, de grande intensidade, projeta-se sobre uma bacia de drenagem e nela existam condições favoráveis ao rápido escoamento superficial, fazendo com que as águas concentrem-se em pouco tempo nos canais fluviais.

*Com informações: G1 Sul de Minas/Corpo de Bombeiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.