Casos suspeitos de coronavírus chegam a 48 no Sul de Minas; Prefeituras decretam estado de emergência, suspendem serviços e cancelam eventos

De acordo com dados divulgados na tarde da última terça-feira (17), no Sul de Minas o número de casos suspeitos de coronavírus saltou de 29 para 48 quadros em investigação pela Secretaria de Estado de Saúde no Sul de Minas. Em Alfenas, um caso foi descartado. Sete casos foram descartados e nenhum confirmado.

Varginha tem mais seis casos sob investigação. Alfenas e Poços de Caldas tem mais três casos cada, sendo investigados. Outros dois casos também foram registrados em Passos. As cidades de Bueno Brandão, Camanducaia, Extrema, e Guaxupé apareceram pela primeira vez na lista. Outro caso suspeito apareceu na em Lavras, que já tinha tido um caso descartado. Andradas teve nesta quarta-feira (18), seu primeiro caso suspeito.

No Estado até agora foram confirmados 14 casos e notificados 692 casos suspeitos, 88 foram descartados. No Sul de Minas, Varginha continua liderando a lista com 14 casos em investigação.

Outros dois casos estão sendo investigados pela Secretaria Municipal de Guaxupé. A secretaria do município de Campo Belo também investiga um caso. Porém, esses casos ainda não entraram na lista oficial do governo do estado.

O prefeito de Carmo de Minas confirmou através de um vídeo nas redes sociais no início da noite da última terça-feira (17) que existe um caso suspeito de contaminação por coronavírus (Covid-19) na cidade.

Em contato com a reportagem do site Popular.net, o prefeito disse que o caso suspeito é relativo a uma pessoa que chegou dos Estados Unidos e começou a sentir os sintomas do vírus que está se espalhando pelo mundo.

Ainda segundo Yuri, a Secretaria Municipal de Saúde não divulgou a idade nem a identidade da pessoa suspeita de estar infectada com Covid-19, porém ressalta que ela realmente se encontra em quarentena.

Eventos cancelados

Cidades da região vem adotando medidas para a prevenção, dentre eles está a suspensão de eventos com mais de 100 pessoas. Outros eventos também tiveram o mesmo enredo, sendo cancelados no Sul de Minas. Confira quais são:

Em Juruaia, a Associação Comercial e Industrial de Juruaia (Aciju) adiou a realização da Felinju, feira de moda íntima na cidade. O evento aconteceria entre os dias 30 de abril e 2 de maio.

De acordo com a associação, uma nova data para a realização da 23º edição do evento será divulgada em breve.

Em Poços de Caldas, o Festival Literário Internacional de Poços de Caldas (Flipoços) foi adiado para agosto. O evento aconteceria entre  25 de abril e 3 de maio.

O festival está previsto para acontecer de 15 a 23 de agosto de 2020.

Através de nota o São Lourenço Convention Bureau comunicou o adiamento do projeto Convention Músicas de Minas com a Orquestra de Violeiros de São Lourenço, o evento aconteceria no próximo sábado (21), na Praça da Estação.

Uma nova data será divulgada.

Funcionamento suspenso

A Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge) optou por suspender por tempo indeterminado as atividades do Balneário do Parque das Águas de Caxambu e também nas Termais Antônio Carlos, em Poços de Caldas.

Em Caxambu, o Parque das Águas de, permanecerá aberto, já que é um espaço aberto. No entanto, excursões e eventos de qualquer natureza,  não serão permitidos.

A administração municipal fechou o centro de convivência da Praça Coronel Antônio Augusto de Oliveira, em Andradas. Medida foi tomada para prevenir propagação do coronavírus

Prefeitura de Machado declara situação de emergência

A prefeitura de Machado declarou Situação de Emergência em Saúde Pública. Através de um decreto emitido pela prefeitura , as aulas foram suspensas com previsão inicial de retorno para a próxima segunda-feira (23).  Eventos como o 9° Congresso Mineiro de Saneamento e Fest Areia edição 2020, foram adiados.

Na região as prefeituras de Pouso Alegre, Varginha, Muzambinho, Itajubá, Guaxupé e Três Pontas já declararam situação de emergência.

Prefeitura de São Thomé das Letras suspende entrada de visitantes

A Prefeitura de São Thomé das Letras em reunião com autoridades locais decidiu por suspender a entrada de turistas ao município. O prazo estipulado foi de 30 dias, a medida foi tomada perante a eminente pandemia do novo coronavírus.

Eventos também estão suspensos. Equipes da Guarda Civil Municipal e Polícia Militar irão fazer a fiscalização dos veículos que chegam até a cidade.

Fake News

Mais uma fake news circulou pelas redes sociais na última segunda-feira (16). A notícia era de que havia um caso confirmado de coronavírus em Carmo da Cachoeira, mas a informação é falsa.

A Prefeitura divulgou na manhã da última terça-feira (17), um nota nas redes sociais desmentindo. Por tanto não há caso confirmado de coronavírus na cidade. Confira a nota na íntegra:

“Está circulando uma notícia de que tem uma pessoa infectada com corona vírus em nossa cidade. ISSO É FAKE NEWS. Não existe nenhum caso em nossa cidade. Não acredite em notícias que não venham através das fontes oficiais.

É falta de responsabilidade e até maldade da pessoa que começou essa notícia, sabendo que é uma mentira.

Ainda ocorreram muitas piadas preconceituosas a partir dessa notícia falsa. Em momentos de crise o RESPEITO e a CONSCIENTIZAÇÃO são essenciais.

Não divulguem notícias falsas. Antes de espalhar as notícias confiram as fontes para saber se são verdadeiras. Não tem motivo para pânico, qualquer notícia informaremos pelos meios oficiais.”

Confusão em Três Corações

Em Três Corações um mal entendido aconteceu na última terça-feira (17), segundo informações iniciais que veicularam nas redes sociais uma mulher com suspeita de coronavírus teria fugido de uma unidade de saúde, no entanto a mesma se pronunciou dizendo que foi embora devido a demora no atendimento.

“Dr. Jaci eu fui para o Hospital aquela hora que o senhor me mandou ir. Eu fui, Cheguei lá era umas 16h e pouquinho,  a hora que o rapaz me atendeu, fez a ficha, escutou e ‘mediu a febre’ e anotou o nome das pessoas com quem eu convivi em Belo Horizonte, que eu falei que estavam confirmado o coronavírus. Terminou ali, ele falou assim ‘eu vou lá dentro telefonar para Belo Horizonte, para o setor específico para saber o procedimento e se essas pessoas que eu convivi lá, estavam confirmadas. Ele sumiu. Eu fiquei ali acho que umas duas horas, sumiu, ninguém apareceu. Fiquei naquela sala escura, sentada lá, mais de duas horas  não apareceu ninguém.”

O médico e diretor do Hospital São Sebastião, William se pronunciou sobre a situação e explicou como funciona o tratamento e as condutas que devem ser tomadas, através de um vídeo o médico explicou a respeito dos telefonemas para capital mineira, “diante do aumento no número de casos que teve recentemente o telefone está constantemente congestionado e uma ligação para lá, tem demorado entre três há quatro horas, eu tentei em cinco telefones alternativos. Para poder discutir o caso dessa paciente, entrei em contato com o nosso infectologista, assistente do hospital, e com a Regional de Saúde de Varginha, para orientar a respeito desta paciente. Então,  é uma paciente com sintomatologia leve e numa idade de alta risco, ela tem critério para coleta do material”.

*Com informações Varginha Digital, Portal da Cidade Andradas, OPopular.Net

 Foto: Reprodução – TVCA/Reprodução

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *