• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Varginha registra saldo positivo de empregos em outubro, diz Caged

Segundo o levantamento, a cidade fechou o mês com 71 vagas, sendo 1.799 admissões e 1.728 demissões; Estado segue em alta.

Redação CSul/Foto: Agência Brasília

Varginha registrou saldo positivo na geração de empregos em outubro. Segundo levantamento feito pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), a cidade fechou o mês com 71 vagas, sendo 1.799 admissões e 1.728 demissões.

Ainda conforme o levantamento, os segmentos que mais contribuíram para a geração de novas vagas de emprego foram o de comércio (47), seguido por indústria (35) e serviços (7). Já os setores de construção e agropecuária fecham negativos, -12 e -6 vagas respectivamente.

No ano, o município tem saldo positivo de 2.354 novas vagas de emprego. Ao todo, até aqui, foram 18.674 admissões e 16.320 demissões. O setor de Serviços foi o que registrou o maior saldo. Ao todo foram 9.608 admissões contra 8.567 demissões, gerando um saldo de 1.041 vagas.

Minas registra saldo positivo de empregos pelo décimo mês consecutivo

Já Minas Gerais, segundo o Caged, registrou em outubro saldo de 21.327 postos de trabalho, decorrente de 185.362 admissões e 164.035 desligamentos. Esse é o décimo resultado positivo do estado na geração de emprego formal. No acumulado do ano até outubro, Minas garantiu a criação de 300.660 vagas de emprego.

Todos os grandes setores de atividade econômica mostraram saldo positivo. Os segmentos que mais contribuíram para a geração de novas vagas de emprego foram o de serviços (13.231), seguido por comércio (5.470) e construção civil (643). O setor de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura fechou o mês com a criação de 23 novos postos de trabalho. Em setembro, as atividades neste segmento tiveram saldo negativo.

O saldo de outubro é inferior ao registrado no mês de setembro deste ano, quando foram abertos 28.718 postos de trabalho, sendo também menor que o registrado no mesmo período de 2020, quando foram gerados 39.646 novos empregos.

Minas Gerais segue mantendo a segunda posição no ranking nacional de saldos de emprego desde fevereiro, atrás apenas de São Paulo, que gerou 76.952 novas vagas em outubro, e também registrou retração em relação a setembro, quando foram geradas 84.887 novas vagas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.