Cemitérios e paróquias de Varginha têm programações especiais para celebração de Finados; confira

O Dia de Finados, também conhecido como Dia dos Mortos, se trata de um feria­do religioso, dedicado a orações e homenagens aos que já se foram.

No Brasil, a data, que faz parte de um costume católico, consiste em visitar as sepulturas dos entes queridos que já morreram e enfeitar seus túmulos com flores. As pessoas também acendem velas por suas almas e rezaram por eles nos cemitérios.

Em Varginha, cerca de cinco mil pessoas deverão passar pelo Cemitério Municipal, das 6h às 18h. Já no Cemitério Parque da Saudade, expectativa será de 15 mil pessoas, das 6h às 19h.

Comércio de flores

Considerada a terceira melhor data para o setor de floricul­tura, a celebração de Finados aumenta as vendas de flores consideravelmente.

Em contato com quatro floriculturas de Varginha, o CSul apurou que a flor mais comercializada na cidade é o Cri­sântemo, que alterna entre R$ 10 e R$ 45. Outra planta mais comercializada é a Calândiva, que é vendida a partir de R$10. Essas flores são as mais procuradas, por serem mais resistentes ao sol.

São vendidos também os mini vasos, que alternam entre R$8 e R$10.

Missas nos cemitérios

Cemitério Municipal / Avenida Major Venâncio, 452 – Vila Floresta, Varginha – MG, 37002-500
Cemitério Parque da Saudade / Parque Mariela, Varginha – MG, 37030-090

No Cemitério Municipal serão realizadas missas às 7h (Paróquia do Divino Espírito Santo); às 9h (Paróquia do Mártir São Sebastião) e às 16h (Paróquia do Divino Espírito Santo). Haverá uma estrutura montada para receber 200 pessoas sentadas em três tendas com palco. Para melhor conforto, serão disponibilizados dois banheiros químicos e ambulância de suporte.

Neste sábado, os ônibus do transporte coletivo terão o trajeto desviado, porém com atendimento em horário normal nas proximidades do Cemitério Municipal. Já o trânsito, será interditado na Avenida Major Venâncio, próximo ao portão do cemitério, até a Rua XV de Novembro.

No Cemitério Parque da Saudade, serão realizadas quatro missas na Capela de Santo Expedito, três pela Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, às 7h, 10h (Paróquia Cristo Luz dos Povos), 15h e 17h30.

Missas nas Igrejas

Além das missas no Cemitério, as nove Paróquias da cidades prepararam programações especiais para celebrar o dia das almas. Confira:


Divino Espírito Santo
7h e 19h – Missa na Matriz do Divino
9h e 18h30 – Missa na comunidade São Vicente de Paulo
10h – Missa na Cripta da Matriz do Divino
19h – Missa na comunidade Santa Rita de Cássia, no Canaã


Mártir São Sebastião

7h e 19h – Missa na Matriz do Mártir
18h – Missa na comunidade Santa Maria
19h30 – Missa na comunidade São João Paulo II, no Sete de Outubro


São José

19h – Missa na Matriz de São José, no Barcelona


San’Ana

9h e 19h – Missa na Matriz de Sant’Ana


Santo Antônio de Sant’Ana Galvão

7h e 19h – Missa na Matriz de Frei Galvão, no Damasco


Imaculada Conceição

17h30 – Missa na comunidade São Judas Tadeu, no Rezende
19h – Missa na comunidade São Pedro, no Imaculada


Cristo Luz dos Povos

7h – Missa na comunidade Santa Terezinha, no São Sebastião
19h – Missa na Matriz de Nossa Senhora Aparecida


Nossa Senhora de Fátima

19h – Missa na Matriz de Fátima


Nossa Senhora do Rosário

7h e 16h30 – Missa na Matriz do Rosário
19h – Missa na comunidade Sagrado Coração de Jesus, no Pinheiros
19h – Missa na comunidade Santa Edwirges, no Jardim Corcetti
19h30 – Missa na Matriz da Sagrada Família, Parque Rinaldi

História

Oficialmente, o Dia de Finados foi incluído na liturgia (sequência de ritos da Igreja Católica) no século 13, graças aos esforços do monge beneditino Odilon de Cluny, na França. Segundo os relatos da época, esse monge notou que nem todos os mortos eram lembrados nas orações dos fiéis e, então, ele começou a pregar em benefício dessas almas.

O dia dois de novembro foi escolhido pela proximidade com o Dia de Todos os Santos (comemorado na véspera, dia um de novembro) quando a Igreja celebra todos aqueles que morreram em estado de graça. Portanto, esse dia ficou consagrado à celebração daqueles que morreram e não costumavam ser recordados nas orações.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.