Ministério Público deflagra Operação contra cédula do PCC que atuava em cidades de Minas Gerais

Mandados foram cumpridos em Três Corações e Uberaba.

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime organizado (Gaeco), núcleo Varginha, com apoio da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), deflagrou na manhã desta quarta-feira (28), a Operação Invisíveis, cujo objetivo é desmantelar organização criminosa, célula do Primeiro Comando da Capital  (PCC), que atuava no Sul de Minas Gerais e se dedicava à prática dos crimes de tráfico de drogas, roubos e comercialização de armas de fogo.

Foram cumpridos 11 mandados de prisão preventiva e nove de busca e apreensão nas cidades de Três Corações (Sul) e Uberaba (Triângulo). Segundo o Ministério Público, a denúncia é referente a 39 crimes.

Segundo o Gaeco, durante a investigação e em razão dela, diversas prisões em flagrante foram efetivadas, com apreensão de maconha, crack e cocaína. Apurou-se ainda que, um dos líderes do grupo, processado e condenado em razão de ação penal decorrente da Operação Argos, do Gaeco de Varginha, comandava parte das ações do grupo do interior da Penitenciária de Uberaba. As investigações duraram aproximadamente um ano.

Participaram das diligências 46 policiais militares empenhados em 18 viaturas.

Fonte: Ascom Ministério Público MG/Foto: Reprodução Varginha 24h

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *