Casos de feminicídio crescem em Minas Gerais; dois foram registrados somente nesta semana na região

Segundo a Polícia Civil e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), Minas Gerais foi o Estado que registrou maior número de ocorrências voltadas para esse tipo de crime, em 2019; duas mulheres foram assinadas, apenas nesta semana, no Sul do Estado.

Redação CSul/Foto destaque: Portal Onda Sul

Os casos de feminicídio têm ganho cada vez mais as capas de jornais e manchetes em TV’s e rádios, em Minas Gerais. De acordo com a Polícia Civil MG, entre 2018 e 2020, um total de 252.373 mulheres foram vítimas de violência doméstica e familiar. Entre janeiro de 2018 e julho de 2020, foram 1.011 vítimas de feminicídio. Apenas em 2020, foram contabilizadas 82.250 mulheres, nas quais, sofreram algum tipo de violência doméstica no Estado.

Um levantamento realizado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), entre os meses de março a maio deste ano – em que as medidas de isolamento social estavam mais rigorosas –, o número de feminicídio em todo o país aumentou 2,2% em comparação ao mesmo período do ano passado.

Em 2019, Minas foi o estado com maior número de crimes registrados neste quadrante, ao todo, foram 136 casos de feminicídio.

Dois registros em apenas uma semana no Sul de Minas

Dois casos de feminicídio foram registrados, somente nesta semana, no Sul de Minas. Na tarde da última terça-feira (10), uma mulher de 46 anos, foi morta a tiros pelo ex-companheiro, um homem, de 51 anos. Câmeras de segurança filmaram o momento em que o autor desceu da motocicleta, aproximou-se da vítima e de uma outra mulher e começou a luta corporal contra uma delas.

Motocicleta e pertences pessoas dos envolvidos na ocorrência ficaram no local do crime/Foto: Portal Onda Sul

A vítima, Ione Maria Leite Santos, voltava do trabalho quando foi surpreendida pelo autor. Após tentar se defender e fugir do ex-companheiro, Ione foi vítima de um disparo a queima-roupa. Após o tiro, o ex-companheiro tentou se matar – atirando contra sua própria cabeça, ambos foram encaminhados ao Hospital Alzira Velano, em Alfenas.

Ione faleceu na manhã desta quarta-feira (11), já o homem, segundo o hospital, está internado e seu estado de saúde e estável.

Mulher morre após ser esfaqueada em Machado

Uma mulher 33 anos foi morta nesta quarta-feira (11), após ser esfaqueada em uma praça, na cidade de Machado. O suspeito, um homem de 62 anos, mantinha relacionamento casual com a vítima, segundo a Polícia Militar.

Ainda conforme a PM, a motivação do crime teria sido um possível furto da vítima a pertences da casa do suspeito. A Polícia Militar disse ainda, que os dois discutiam na praça, no momento em que a mulher de um tapa no rosto do homem – que revidou com golpes de faca – a facada acertou a região do peito da vítima.

Cledineia Tamires de Oliveira, foi encaminhada à Santa Casa, no entanto morreu no local. O autor, identificado por Wilson Roque da Silva, foi detido por populares até a chegada da polícia. Ele foi encaminhado à Delegacia e, logo após, levado ao Presídio de Botelhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.