• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Varginha integra chapa pela renovação do sistema Fecomércio

Pela primeira vez em 80 anos haverá chapa de oposição concorrendo pela presidência da federação

 

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio-MG), entidade de representação e defesa do comércio no Estado, terá uma disputa acirrada nas próximas eleições.

Pela primeira vez em quase 80 anos de história, haverá uma chapa de oposição para a presidência da entidade: a Renova.

O lançamento foi realizado nesta quinta-feira (22) no Automóvel Clube de Belo Horizonte e contou com a presença de vários empresários do setor de todo o Estado. Claudinéia Botelho representou o Sindicato do Comércio de Varginha na solenidade.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Varginha, Aureliano Zonan, apoia a chapa e fala da necessidade de mudança na direção da Fecomércio-MG.

“Eu vejo a Renova como uma chapa que veio para modificar de forma substancial a gestão da Fecomércio. Um dos motivos que me fez apoiá-la é ela ser representada, de fato, por empresários do comércio, pessoas que empreendem, que geram emprego, que geram renda, que trabalham de fato no seu negócio. Outro motivo foi a gente enxergar que federação precisa de uma reestruturação, de ser renovada e passada a limpo. Ela necessita deter, na liderança, pessoas dignas, capazes de gerenciar um entidade do porte da federação e de todo o sistema do SESC e SENAC”, afirma Zonan

Encabeçam a chapa os empresários Nadim Donato, presidente do Sindilojas-BH, e Emerson Beloti, presidente do Sindicomércio de Juiz de Fora, tradicionais varejistas mineiros com vários anos dedicados ao setor.

“A chapa Renova traduz o momento em que o país está vivendo, de necessidade de mudanças e de renovação. Ela foi construída com o passar dos anos, em que fomos vendo as coisas acontecerem de forma errada na Fecomércio. A ideia da chapa Renova é reformular a federação e fazer com que ela desenvolva todos os sindicatos, principalmente os do interior, para que eles se tornem cada vez mais fortes, alavancando o setor”, diz Donato, candidato à presidência da Fecomércio.

A chapa Renova tem como principal proposta o fortalecimento do Sistema Fecomércio em Minas, com a racionalização do uso dos seus recursos, inclusive dos seus braços sociais, o SESC e o SENAC, com a ampliação da presença institucional e do apoio à categoria econômica em todo o Estado mineiro.

O grupo visa, também, o fortalecimento dos sindicatos patronais do comércio de bens, serviços e turismo, a fim de que a entidade seja mais respeitada e verdadeiramente ouvida, com base em argumentações técnicas competentes, com atuação transparente e participativa.

Os empresários do grupo entendem que sindicatos fortes constituem caminho para uma Federação também forte, capaz de influenciar políticas públicas que fomentem o comércio em cada região.

“Somos contra o terceiro mandato. Temos que ter alternância do poder, pois quem fica muito tempo não se preocupa em deixar um legado. Defendemos mandato de quatro anos, com direito a apenas uma reeleição por outros quatro”, destaca Beloti, candidato a vice-presidente pela chapa Renova.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.