• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Profissionais de enfermagem do Bom Pastor falam sobre o “Derramamento e Extravasamento de Quimioterápicos”

Enfermeiros Francys e Graziele de Oliveira e Graziele Oliveira são os responsáveis pelo treinamento.

Redação CSul / Foto: Prefeitura de Varginha

Acontece nesta quinta e sexta-feira (27 e 28), no Hospital Bom Pastor a “Educação Continuada” que trata do tema, “Derramamento e Extravasamento de Quimioterápicos” voltada para a equipe de enfermagem, higiene e almoxarifado no hospital.

Os enfermeiros Francys e Graziele de Oliveira e Graziele Oliveira são os responsáveis pelo treinamento.

O extravasamento do quimioterápico antineoplásico é definido como infiltração acidental da droga no tecido subcutâneo circunjacente e seus efeitos tóxicos locais variam com o potencial vesicante, a concentração, o volume extravasado, o sítio de infiltração e o tempo de exposição.

O enfermeiro deve gerenciar o risco de extravasamento por meio de ações de prevenção, reconhecendo os fatores de risco relacionado às condições clínicas do paciente, a droga que será infundida e quanto ao seu potencial de gerar lesões vesicantes ou irritantes.