• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Moradores reclamam de demora nos atendimentos do Detran

Quem precisa de atendimento no Departamento de Trânsito de Varginha – Detran, está reclamando da demora por parte do órgão. Apenas dois funcionários estão trabalhando para uma demanda de 80 atendimentos por dia e as filas só aumentam.

“E o problema também que eu comentei é o horário que eles colocaram, das 7h às 13h, aí fica difícil né, porque parece que a tarde não tem funcionário responsável pelo serviço”, disse um usuário em entrevista à Rede Mais.

Motoristas estão reclamando da demora nos atendimentos e da falta de serviços desde o ano passado e até o momento nenhuma medida foi tomada pelo departamento em relação a isso.

O delegado responsável pela Delegacia Regional de Trânsito informou que a situação ainda é reflexo da Operação Êxodo 23, desencadeada pelo Ministério Público em dezembro do ano passado, para investigar um esquema de corrupção no setor de trânsito de Varginha e Elói Mendes. A operação cumpriu 16 mandados de prisão preventiva e 21 de busca e apreensão. Entre os detidos estavam delegado, policiais civis e servidores do Detran.

Outro usuário, também em entrevista à Rede Mais, espera pela regularização dos serviços para pegar o recibo de registro de seu carro. Ele informou que está tentando pegar o documento desde novembro do ano passado. “Estou aguardando até então, sempre vindo aí, to tentando resolver essa situação. Só mandam vir no dia seguinte”, disse ele.

Segundo o Art120 do Código de Trânsito Brasileiro, “todo veículo automotor, elétrico, articulado, reboque ou semi-reboque, deve ser registrado perante o órgão executivo de trânsito do Estado ou do Distrito Federal, no Município de domicílio ou residência de seu proprietário, na forma da lei”. Se o novo dono não realizar a transferência dentro de 30 dias, ele poderá pagar uma multa de quase R$200. Quando o serviço não é prestado corretamente pelo órgão, mesmo assim não há argumento, o consumidor deve pagar a transferência dentro do prazo, o que corre risco de não se concretizar ele ter que pagar a multa.

Fonte: Rede Mais – Record TV / Fotos: Blog do Madeira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.