• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Festival do Japão do Sul de Minas reúne cerca de 12 mil pessoas na Praça do ET

No último sábado (1º) e domingo (2), Varginha foi palco do primeiro Festival do Japão do Sul de Minas. Evento gratuito, realizado na Praça do ET, no Centro da cidade, reuniu o melhor da gastronomia japonesa.

Cerca de 12 mil pessoas se encantaram com apresentações de danças e artes marciais, exposições fotográficas, produção de web série com imigrantes e descendentes, desfile de cosplays, shows de Taiko (variedade de instrumentos japoneses de percussão) com 40 integrantes e show do cantor Joe Hirata.

Foram vendidos mais de mil litros de chopp e cervejas, além de mais de 6.800 pratos típicos da culinária japonesa.

Para o presidente do Sindicato Empresarial e Hospedagem e Alimentação de Varginha – SEHAV e organizador do Festival do Japão do Sul de Minas, André Yuki, “o evento gerou negócios. Tivemos muitos turistas do Sul de Minas, de Belo Horizonte e até mesmo de São Paulo, que vieram prestigiar o evento”, ressaltou.

Ainda de acordo com André, vieram membros da Associação Cultural Nikkey de Poços de Caldas, Pouso Alegre, Lavras, Turvolândia, Belo Horizonte e São Paulo. “Tivemos a presença ilustre da Sra. Yukari Hamada representando o Cônsul Geral Honorário do Japão de Belo Horizonte Wilson Brumer. No domingo, também tivemos a visita do Cônsul-Geral Adjunto, Ken Kondo, do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro”, disse.

André Yuki com a Sra Yukari Hamada do Conusulado Honorário do Japão de Belo Horizonte
Presidente do SEHAV André Yuki_ Cônsul Geral Adjunto do Japão Sr. Ken Kondo e Presidente ACNV Jorge Ishida

Depoimentos dos participantes

Para a vice-presidente da Associação Nikkey de Varginha, Eva Nishiyama, “estamos muito satisfeitos com os resultados da primeira edição do festival. Além de conseguirmos o objetivo de divulgar a história e cultura japonesa, contamos com a presença do Cônsul Geral Adjunto do Japão, Sr. Ken Kondo, entre outras atrações. O evento estava cheio, com muita alegria, entusiasmo e sucesso. Já estamos prontos para planejar a edição do próximo ano”, afirmou.

Um dos principais articuladores do evento, Nelso Kenso Takamine, ressaltou que “o evento ficou em acima das expectativas, tanto a nível do público, como também da aceitação da população. Tivemos vários elogios nos dias do evento, bem como nesta segunda-feira (3), nas redes sociais. A nossa expectativa cresce, como também cresce a responsabilidade. Temos novas idéias para incrementar o evento e também estamos fazendo uma análise crítica, o que foi bom e o que precisa melhorar, com o intuito de aperfeiçoar ainda mais o próximo evento”, disse.

Segundo Yukari Hamada, representante do Cônsul Geral Honorário do Japão de Belo Horizonte, parabenizou a equipe organizadora pela iniciativa e sucesso do evento, e ressaltou que “como primeira edição, o evento foi muito bem organizado, com uma equipe comprometida, um público seleto e apreciadores da culinária japonesa que sempre estarão presentes nos próximos anos”.

Sérgio Takeishi, secretário de Administração de Varginha e um dos membros da Associação Nikkey, disse que “o festival teve a finalidade de disseminar um pouco da cultura oriental do Japão. Realizado aqui no município pela primeira vez, procuramos fazer uma ação da maneira mais organizada possível, pra atender a todos os tipos de público. Além de crianças, jovens e adolescentes, os idosos também tiveram um espaço especial separado no evento. Acolhemos bem todas as pessoas de Varginha e outras cidades, para que o evento seja de qualidade e para que essas pessoas retornem nos próximos eventos, para movimentar a cidade”.

Para Jean Hayabusa, um dos membros da diretoria da Associação Nikkey de Varginha, “por ser o primeiro evento em Varginha, tivemos uma grande expectativa, para os próximos anos analisarmos os pontos positivos e negativos, além da repercussão. Sentimos que o festival teve uma aceitação muito boa em todos os públicos, pois todas as pessoas, de diversas faixas etárias estiveram presentes e aceitaram de braços abertos esse evento”.

O empresário Wendel Muniz, que veio de Mogi Mirim exclusivamente para o evento, ressaltou que “o festival foi de extremo bom gosto. Quando sai da minha cidade, fui à intenção de ver basicamente uma boa gastronomia, o que é comum de se ver em eventos parecidos. Mas o que realmente me surpreendeu, foi a quantidade e a qualidade das atrações que tiveram. Algo realmente de extrema competência e bom gosto. Os organizadores foram realmente espetaculares em proporcionar tamanha atração ao público”.

Para o franqueado do Chiquinho Sorvetes de Varginha, Maxwelber Massahud, “o último sábado foi o melhor de vendas desde dezembro do ano passado. Não esperávamos esse movimento, que devido ao evento cultural, refletiu muito em nossas vendas. Precisamos ter mais eventos como este, que traz um público na praça, consumindo e gerando resultados não só para quem participa, mas sim a todo o comércio no centro da cidade”.

Para Carolina Ravagnani, gerente comercial do Hotel Fênix de Varginha, “ficamos muito satisfeitos com o resultado da parceria do hotel com o Festival do Japão, pois resultou em um acréscimo em 40% em nossas hospedagens”, concluiu.

Fotos

Cônsul Geral Adjunto Ken Kondo com a diretoria a ACNV
Grupo de Taiko Ryukyu Koku Matsuri Daiko Brasil

Redação: Ana Luísa Alves Leite

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.