Escolas e Cemeis de Varginha recebem nova iluminação; prefeitura irá gerar energia fotovoltaica à rede municipal

Segundo a prefeitura, o principal objetivo da instalação de lâmpadas de led é reduzir o consumo de energia elétrica nas escolas do município e, também, melhorar a iluminação nos locais. Obra de implantação de energia fotovoltaica é iniciada.

Redação CSul/Foto: Divulgação Prefeitura de Varginha

A Prefeitura de Varginha está iniciando, nesta semana, a melhoria na energia elétrica em todas as instituições de ensino da rede municipal. Segundo a administração, as luminárias existentes serão substituídas por led.

Conforme a prefeitura, o principal objetivo da mudança é reduzir o consumo de energia elétrica nas escolas do município e, também, melhorar a iluminação nos locais.

De acordo com o prefeito Vérdi Lúcio Melo, serão substituídas, aproximadamente, 5.500 luminárias, que hoje utilizam lâmpadas fluorescentes, descarga e outras tecnologias já ultrapassadas.

“Essa substituição, além de resultar na melhoria do nível de iluminação nas mesas dos alunos, também irá reduzir o consumo de energia em aproximadamente 50% nas escolas, proporcionando economia de 25 mil KWh ao mês” – disse a secretária de Educação, Gleicione Aparecida Dias.

Ainda conforme a secretária, os custos na manutenção também serão reduzidos devido à melhor padronização, tendo em vista a alta qualidade e vida útil das novas lâmpadas. Outro ponto abordado por Gleicione foi a segurança que, segundo ela, levará às escolas no período noturno.

Energia solar fotovoltaica

A prefeitura também está iniciando a implantação de geração distribuída através da utilização de energia solar fotovoltaica. Segundo o engenheiro Pedro Gazzola, a obra é o “complemento do processo pela busca da melhoria da eficiência energética e redução dos gastos com energia elétrica em prédios públicos do município de Varginha”.

Escola Municipal Professor Wanderlei Bueno de Oliveira, no bairro dos Carvalhos, receberá energia fotovoltaica/Foto: Divulgação Prefeitura de Varginha

Ainda conforme o engenheiro, serão instalados 1500 painéis fotovoltaicos para geração solar em 25 escolas do município, correspondendo a geração de 75 mil KWh mês, equivalente ao consumo de quase 1000 residências.

Principais benefícios:

  • redução ou praticamente a eliminação nos gastos com pagamento de faturas de energia elétrica e, consequente, realocação de recursos para outros fins;
  • adoção de geração de energia limpa sem agressão ao meio ambiente;
  • criação de consciência ambiental e conservacionista nos alunos que passam a conviver com usinas de geração solar nos próprios prédios onde estudam;
  • opção de geração aderente aos objetivos do projeto da Prefeitura de desenvolvimento sustentável (Agenda 2030 – ODS);
  • demonstração à sociedade dos benefícios da adoção do sistema de geração solar que além dos já citados anteriormente representa uma parcela de contribuição à participação desta modalidade na matriz energética nacional e da própria modicidade da tarifa.

“Além dos vários benefícios já citados, evidencio que as escolas e CEMEIs são um espaço propício para ensinar às novas gerações sobre a importância de preservar os recursos naturais e a consciência social. Conscientizamos os alunos de forma a usar os recursos da natureza com coerência, cuidando do meio ambiente de forma a poluir menos. A energia fotovoltaica nos ajuda a manter esses princípios, pois é limpa, ecologicamente correta e não agride o meio ambiente. É importante educarmos as nossas crianças, as futuras gerações, sobre a sua importância com o meio ambiente, pois a escola tem que ser o exemplo vivo daquilo que é de melhor para a sociedade” – finalizou a secretária de Educação, Gleicione Aparecida Dias Bagne de Souza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.