Escolas da rede privada solicitam à Prefeitura de Varginha estudo para retomada de 100% dos alunos

Em contato com o CSul, Secretária Municipal de Educação, Gleicione Aparecida Dias, informou que, em conjunto com a Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Saúde e Poder Executivo, estudos já estão sendo realizados.

Redação CSul: Franciele Brígida / Foto destaque: Divulgação

Há pouco menos de um mês, instituições da rede privada e municipal tiveram sinal verde para receberem os alunos de forma presencial nas escolas. Desta vez, sem intervalos de 15 dias entre as turmas. Desde então, estudantes têm se revezado entre aulas presenciais e remotas.

Diante da adesão dos alunos às aulas presenciais e, considerando a imunização dos profissionais da educação, representantes das unidades privadas de Varginha se reuniram com o prefeito Vérdi Melo na última semana, e solicitaram estudo para o retorno de 100% dos alunos nas instituições de ensino. O pedido considera, principalmente, escolas menores e turmas do maternal, que perante legislação não podem ter mais de 10 alunos em sala.

O CSul, em contato com algumas escolas privadas de Varginha foi informado que, as unidades estão seguindo rigorosamente todas as medidas de prevenção ao novo coronavírus e, atualmente, recebem cerca de 80% dos alunos nas escolas, sendo 40% em cada semana, enquanto 20% acompanha as aulas somente de forma remota.

Vale ressaltar que, mesmo com o pedido da retomada total dos estudantes, as aulas remotas ainda seriam ofertadas, considerando alunos com comorbidades.

Ainda conforme informado ao CSul, após a liberação das turmas sem intervalos, o fluxo de alunos melhorou nas unidades. Anteriormente, a média diária era de quatro a cinco alunos, atualmente, entre 10 a 14 estudantes comparecem para acompanhar as aulas de forma presencial.

De acordo com a Secretária de Educação de Varginha, Gleicione Aparecida Dias, no momento nada está definido. Porém estão sendo estudadas, juntamente com o prefeito Vérdi Lúcio Melo, o médico infectologista Doutor Luiz Carlos Coelho, a Secretaria de Educação de Varginha e a Vigilância Sanitária, possibilidades para o retorno. O estudo considera a imunização dos professores com a 1ª e 2ª doses, assim como o avanço da imunização da população em geral.

Ainda segundo Gleicione, no próximo dia 31, deverá ser emitido um documento referente ao assunto que poderá abranger tanto a rede privada como a municipal, caso não haja atrasos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.