Em Varginha: preso último suspeito de assassinar dono de churrascaria em 2015

Aclébio Balbino de Oliveira Santos, de 37 anos, foi encontrado em Altamira, no Pará. O homem é suspeito de estar envolvido no assassinato do empresário Valdir Giongo, ocorrido em agosto de 2015, em Varginha.

Redação CSul/Foto: Ilustrativa

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta feira, um homem suspeito de envolvimento no assassinato do empresário Valdir Giongo, ocorrido em agosto de 2015, em Varginha.

Aclébio Balbino de Oliveira Santos, de 37 anos, foi encontrado em Altamira, no Pará, onde estava escondido desde a época do crime. Aclébio era procurado pelas polícias Militar, Civil e Federal. Ele será trazido para Varginha onde deve chegar na madrugada deste sábado (3).

O crime

O comerciante Walmir Diogo foi morto dentro de casa com golpes de um pé de cabra, em 8 agosto de 2015. À época, a esposa disse que Giongo ligou para ela pedindo que deixasse a porta da sala destrancada, porque não havia levado a chave. O comerciante foi surpreendido pelos criminosos no momento em que abria o portão e foi agredido ainda dentro da garagem.

Na ocasião, a esposa do comerciante disse acreditar que o fato dele guardar dinheiro em casa tivesse atraído os criminosos e motivado o assassinato. Os criminosos levaram o carro do comerciante para fugir, que foi encontrado em seguida no bairro Canaã.

Cinco dias depois, dois suspeitos tiveram a prisão preventiva decretada. Um deles foi detido logo em seguida. Quase duas semanas depois, no dia 19, a mulher de Giongo, que tinha 35 anos na época, foi presa suspeita de participação no crime. Segundo o delegado responsável pelo caso à epoca, os depoimentos dela haviam sido contraditórios.

*Com informações: G1 Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.