• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Deputados apresentam requerimento pedindo melhorias na MGC-491

Os deputados Professor Cleiton Oliveira e Antônio Carlos Arantes apresentaram requerimento na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), pedindo melhorias na MGC-491, que conecta Varginha à Fernão Dias.

Redação CSul/Foto: Reprodução Rede Mais

Os deputados Professor Cleiton Oliveira e Antônio Carlos Arantes apresentaram requerimento na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), pedindo melhorias na MGC-491, que conecta Varginha à Fernão Dias, o trecho já foi palco de grandes reclamações dos usuários. Segundo os parlamentares, o governo do estado incluirá a rodovia no Plano de Concessão e as obras terão continuidade, no entanto ainda não há uma data prévia.

“É uma obra inconcluída. Uma obra que foi licitada, totalmente planejada para sua conclusão, mas por conta do período eleitoral de 2018 e por conta também de um imbróglio judicial, com alguns proprietários que não aceitavam a indenização da desapropriação de suas propriedades por parte do Governo do Estado, acabou então amarrando o projeto de término da obra”, disse Professor Cleiton.

A ampliação foi orçada em R$ 100 milhões e duplicaria 18 quilômetros de rodovia, porém, os serviços seguem sendo questionados pelos motoristas que utilizam o local, segundo os condutores há erros em alguns pontos, o que gerou diversos acidentes ao longo da rodovia desde que a obra foi entregue. Com 264 km de extensão, a BR corta parte do Sul de Minas.

“A mudança de governo, em 2019, fez com que o governo atual, do Romeu Zema, utilizasse os recursos para manter algumas estradas vicinais e algumas rodovias que precisavam de alguma manutenção, exatamente por conta das consequências do período chuvoso de 2019”, explicou Professor Cleiton.

Uma audiência pública foi realizada, para discutir a situação, onde os deputados fizeram levantamento de toda documentação do processo licitatório e descobriram que a empresa vencedora foi a falência e que o preço do asfalto teria quase que quadruplicado.

“Eu fico muito feliz de ter tido essa conquista. A rodovia passou a ser prioridade a partir da nossa audiência pública – disse o Deputado Professor Cleiton/ Foto: Arquivo Pessoal

“Então, apenas para concluir essa obra, fazer as duas pontes duplicadas, nós teríamos um custo total, que era exatamente o custo de toda a obra licitada anteriormente. Mas, recentemente, nós fomos comunicados, pelo Governo do Estado, que a MGC-491 está no Plano de Concessão das rodovias estaduais, então, nós não só teremos a conclusão desta obra aqui, como teremos a duplicação da rodovia chegando até São Sebastião do Paraíso, passando por Areado”, enfatizou.

O Governo do Estado disse que o trecho fará parte do programa de concessões rodoviárias do Governo do Estado e receberá recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para realização da obra.

“Eu fico muito feliz de ter tido essa conquista. A rodovia passou a ser prioridade a partir da nossa audiência pública. Então, para Varginha e região, o término dessa obra será de grande importância. Essa, sem dúvida, é uma ótima notícia para toda a região que utiliza essa importante via para escoar a produção de vários produtos, entre eles o café. Investimento e desenvolvimento!”, enfatizou o deputado Cleiton.

“Consequentemente, nós vamos ver o desdobramento também de uma outra rodovia que era um sonho antigo, que é a rodovia que liga Varginha a Três Pontas, que também vai passar a constar no Plano de Concessão de rodovias do estado”, finalizou o deputado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.