Comerciantes estão otimistas com vendas de fim de ano em Varginha

Segundo pesquisa da Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Varginha – ACIV –, empresários estão confiantes com vendas e contratações.

Redação CSul / Foto destaque: Arquivo CSul

Após o Dia das Crianças, comerciantes de Varginha já se preparam para as próximas datas lucrativas como, a Black Friday em novembro e as celebrações de fim de ano. Uma pesquisa realizada em setembro pela Associação Comercial, Industrial, Agropecuária e Serviços de Varginha, apontou o otimismo do empresário e aumento nas contatações para o último trimestre.

A pesquisa foi respondida por 187 empresários de 36 segmentos e abordou os seguintes temas: venda, inadimplência, segmento empresarial, investimentos, contratações e economia nacional.

Durante o estudo, comerciantes informaram sua percepção do segmento, na expectativa dos entrevistados 72,83% acreditam que haverá melhora neste último trimestre; 25,43% apontam que deve permanecer normal e apenas 1,73 disseram não estar confiantes. Ainda na pesquisa, quando questionados sobre a possibilidade de realizar investimentos, 24,86% disseram que as chances são altas.

Nesta época do ano, tratando-se de contratações, os empresários estão empenhados, sendo que: 46,82% dos entrevistados pretendem contratar; 52,02% pretendem manter os colaboradores contratados e 1,16% deverão realizar desligamentos.

Durante o último estudo, 78,61% dos entrevistados disseram que mantiveram seus colaboradores; 10,98% admitiram e 10,40% demitiram.

Para o último trimestre é projetado aumento de 33,37% na expectativa de contratações futuras, provavelmente impulsionado pelas datas de final de ano. Segundo o presidente da Aciv, Anderson Martins, naturalmente os empresários já realizam contratações no final do ano, mas os dados apontam que elas serão bem maiores que o normal, momento para as pessoas se prepararem para voltar ao mercado de trabalho.

A respeito da economia futura, 36,42% dos entrevistados acreditam que o cenário estará normal; 31,21% que continuará ruim e 32,37% que irá melhorar. “Vimos que o empresário está confiante para o último trimestre do ano. Acredito que, parte dessa confiança seja pelo grande número de pessoas vacinadas e a queda no número de casos de Covid-19” – disse Anderson.

Black Friday deve aquecer vendas

O evento que acontece em 26 de novembro, reserva ofertas e condições especiais de compra. De acordo com análise da Enext, empresa focada em soluções para negócios digitais, embora a expectativa para este ano seja de crescimento, o percentual de aumento não deve ultrapassar o ano anterior.

No último ano, as vendas da Black Friday ultrapassaram R$ 5,1 bilhões, um crescimento de 31% em comparação a 2019, segundo dados da Neotrust/Compre&Confie. 

*Com informações ACIV e G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.