• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

2° Simpósio de Cuidados Paliativos reúne alunos e profissionais da saúde na Cidade Universitária

Objetivo dos Cuidados Paliativos é oferecer o tratamento eficaz para os sintomas de desconforto que podem acompanhar o paciente, sejam eles causados pela doença ou pelo tratamento.

Foto: Unis.

No dia 25 de novembro, a Cidade Universitária recebeu palestrantes de renome para compartilhar seus conhecimentos e práticas no 2º Simpósio de Cuidados Paliativos.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o termo Cuidado Paliativo significa a assistência integral oferecida para pacientes e familiares nos casos em que há um diagnóstico de uma doença grave que ameace a continuidade da vida.

O objetivo dos Cuidados Paliativos é oferecer o tratamento eficaz para os sintomas de desconforto que podem acompanhar o paciente, sejam eles causados pela doença ou pelo tratamento. Tratando-se de um Cuidado Integral, devemos contar sempre com uma equipe multidisciplinar de profissionais da saúde que sejam treinados e capacitados em tratar sintomas de desconforto em todas as dimensões: física, emocional, social, familiar e espiritual.

Considerando a importância da disseminação deste tema, o Grupo Unis, juntamente com a médica paliativista Dra. Ana Cláudia de Andrade Giongo, viu-se com esta missão de colaborar para um movimento que aborde os Cuidados Paliativos e a sua importância, transmitindo o conhecimento científico para a nossa região.

Contando com a presença do Reitor do Centro Universitário do Sul de Minas, Prof. Felipe Flausino, o Simpósio reuniu palestrantes de renome como a Dra. Cleide Aparecida Fernandes, Eleny Vassão Aitken, Luís Fernando Rodrigues e Camila Rabelo Monteiro de Andrade, para compartilhar seus conhecimentos e práticas sobre os cuidados paliativos, a todos os alunos e profissionais da saúde presentes.

O simpósio trouxe a reflexão e troca de conhecimentos sobre assuntos diversos, desde uma introdução aos cuidados paliativos e a realidade da prática no Brasil e no mundo, passando por práticas específicas como a Terapia de Sedação Paliativa, até a própria experiência do paciente e do cuidador, e muito mais.

Na ocasião, durante uma fala aos presentes, o Reitor do Unis deixou clara a sua intenção de tornar possível que os Cuidados Paliativos se tornem uma disciplina optativa ofertada a todos os cursos de graduação na área da saúde no Grupo Unis, abrangendo o conhecimento público e acadêmico sobre essa prática cada dia mais relevante para a atuação profissional.

Fonte: Unis.