• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Preso suspeito de envolvimento na venda de 1,3 tonelada de maconha

PCMG identificou outros suspeitos de participação em um esquema de comércio de entorpecentes.

Um homem, de 24 anos, foi preso pela Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG), em uma operação realizada nesta quarta-feira (8), na capital e na Região Metropolitana de Belo Horizonte, para o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão contra suspeitos de integrar um grupo criminoso voltado ao tráfico de drogas. A ação policial é decorrente de investigação que resultou, na primeira fase, na apreensão de 1,3 tonelada de maconha.

Realizado pela equipe da 2ª Delegacia Especializada em Investigação e Repressão ao Furto e Roubo, vinculada ao Departamento Estadual de Investigação de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), o trabalho investigativo teve início em dezembro de 2021 para apurar denúncia de venda ilegal de armas, que seriam utilizadas para cometimento de delitos patrimoniais, em um galpão localizado em Ribeirão das Neves, na RMBH.

Como desdobramento das primeiras apurações, em fevereiro, no endereço alvo da denúncia, houve a apreensão da droga, de veículos, arma de fogo e munições. Na ocasião, um homem, de 39 anos, foi preso. De acordo com os levantamentos, o local seria utilizado para armazenamento de maquinário de perfuração de poços artesianos. No avançar das investigações, a e representou à Justiça pelas medidas cautelares, já cumpridas.

Segundo o delegado Gustavo Barletta, os responsáveis e funcionários da empresa são investigados para apuração dos fatos e foram alvo dos mandados de busca e apreensão. “A princípio, as investigações indicam que a droga foi descarregada no local para breve distribuição”, relata.

Barletta informa ainda que há indícios de que em dias anteriores outra parte de entorpecentes já havia sido retirada do local.

Os trabalhos policiais seguem para o cumprimento de prisão de mais um suspeito.

Fonte e foto: PCMG