• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Prefeitura de São Thomé das Letras divulga decreto com normais mais rígidas

Segundo o documento, está proibido o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais após as 18 horas entre os dias 15 e 23 de janeiro.

Redação CSul/Foto: Reprodução Wikipédia

A Prefeitura de São Thomé das Letras divulgou, nesta quinta-feira (13), um novo decreto com normas mais rígidas visando conter o avanço da Covid-19 na cidade. Segundo o documento, está proibido o funcionamento de estabelecimentos comerciais não essenciais após as 18 horas entre os dias 15 e 23 de janeiro.

Conforme a administração municipal, as medidas restritivas e proibitivas foram tomadas para que se alivie o Sistema Municipal de Saúde, já que o rápido aumento do número de infectados pela Covid-19, inclusive entre servidores da saúde, poderá levar o sistema ao colapso.

A prefeitura enfatizou, ainda, que a medida se faz necessária e urgente, visando a desaceleração da contaminação para que o sistema consiga manter os atendimentos aos infectados por Covid.

Outras proibições do decreto

O decreto também proíbe aglomerações, festas e eventos de qualquer natureza. Após as 18h, está autorizado o funcionamento de delivery de alimentos e bebidas. O consumo de bebidas alcoólicas não poderá ser feito em balões nos estabelecimentos.

O novo decreto também proíbe entre os dias 15 e 23 de janeiro o funcionamento de academias e também a prática de esportes coletivos, como futebol. Realização de missas e cultos e outras manifestações religiosas também ficarão proibidas no período.

Restaurantes, churrascarias e pizzarias só poderão funcionar até as 18h em até 100% de sua capacidade, desde que, com a clientela acomodada em assentos. Apresentações musicais ao vivo estão autorizadas, desde que não gerem aglomerações.

Os pontos turísticos continuarão abertos para visitação, desde que respeitadas as medidas de prevenção.

O acesso de turistas à cidade continuará permitido, desde que sejam lançados no software de controle de hospedagens todas as reservas para o período. Excursões que não estiverem de acordo com as regras definidas no decreto não poderão entrar na cidade.

As medidas começam a valer no próximo sábado (15).

*Com informações: G1 Sul de Minas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.