• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Prefeitura de Pouso Alegre promove treinamento contra assédio moral para servidores públicos

O objetivo é alerdar, lucidar e esclarecer tudo sobre a prática de assédio sexual, assédio moral e violência no trabalho.

Foto: Prefeitura de Pouso Alegre

A Prefeitura está promovendo um treinamento para prevenção, combate e conscientização ao assédio moral. A capacitação para todos os servidores públicos teve início na quinta-feira (23) e encerramento na sexta-feira (1º), em vários horários, atendendo todos os colaboradores municipais.

O Prefeito Cel Dimas destaca que “é importante lutarmos contra essas práticas abusivas em qualquer momento de nossas vidas, e se virmos acontecendo com alguém, validar e auxiliar a vítima para que o assediador não saia impune. Ninguém tem o direito de fazer com que outra pessoa se sinta inferior. Diante disso, este treinamento é um dos importantes passos para combater essas situações”.

As palestras do treinamento foram ministradas na Faculdade de Direito do Sul de Minas (FDSM) pelo Professor e Desembargador Federal do Trabalho no TRT da 2º Região – SP, Dr. Paulo Eduardo Vieira de Oliveira.

“O objetivo é alerdar, lucidar e esclarecer tudo sobre a prática de assédio sexual, assédio moral e violência no trabalho. Os treinamentos estão sendo muito proveitosos, as pessoas estão tirando dúvidas e espero que possa ter ajuda aí de alguma forma para esclarecer tudo sobre o assunto e para que juntos passamos combater essas práticas”, enfatiza o palestrante, Professor e Desembargador Federal do Trabalho no TRT da 2º Região – SP, Dr. Paulo Eduardo Vieira de Oliveira.

O assédio moral
A prática caracteriza-se por condutas repetitivas do agente que, excedendo os limites das suas funções, por ação, omissão, gestos ou palavras, tenham por objetivo ou efeito atingir a autoestima, a autodeterminação, a evolução na carreira ou a estabilidade emocional de outro agente, com danos ao ambiente de trabalho objetivamente aferíveis. É uma forma de violência que tem como objetivo desestabilizar emocional e profissionalmente o indivíduo e pode ocorrer por meio de ações diretas (acusações, insultos, gritos, humilhações públicas) e indiretas (propagação de boatos, isolamento, recusa na comunicação, fofocas e exclusão social).

Fonte: Prefeitura de Pouso Alegre