Prefeitura de Poços de Caldas estabelece aulas presenciais como serviços essenciais

A lei reconhece as aulas presenciais na rede pública e privada como essenciais mesmo durante a pandemia do novo coronavírus.

Redação CSul/Foto: Reprodução Redes Sociais

O prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo sancionou, nesta segunda-feira (26), a lei que estabelece atividades escolares como essenciais na cidade. A lei reconhece as aulas presenciais na rede pública e privada como essenciais mesmo durante a pandemia do novo coronavírus.

Vale ressaltar que, o projeto já havia sido aprovado na Câmara Municipal de Vereadores de Poços de Caldas, faltando assim, apenas a sanção do chefe do Executivo.

De acordo com Azevedo, em vídeo publicado nas redes sociais, as aulas presenciais somente irão retornar, conforme a lei, com os protocolos que garante a segurança, no momento correto e sempre priorizando saúde de professores, funcionários das unidades de ensino e alunos.

A lei foi aprovada em caráter de urgência, sendo de autoria dos vereadores Regina Maria Batagini, Ricardo Sabino e Silvio Rogério Carvalho. Ao todo, dez vereadores votaram a favor e quatro contra.

*Com informações: Onda Poços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.