• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Pesquisa de Natal aponta boas perspectivas de vendas e preferência pelo e-commerce na região

Os fatores que influenciarão nas compras estão equilibrados entre preço, qualidade e descontos. Quanto aos produtos, roupas e brinquedos lideram as preferências, seguidos por calçados, cosméticos e chocolates.

O Projeto Levante Sul de Minas, o Grupo de Estudos Econômicos do Sul de Minas (GEESUL) e o Cesullab realizaram, entre os dias 06/12 e 15/12, a Pesquisa de Intenção de Compras para o Natal de 2021, abordando várias cidades do Sul de Minas.

Os pesquisados apontaram que devem comprar entre 2 a 5 presentes em sua maioria, pagando entre R$51,00 a R$200,00, chegando a casos acima deste valor, e pretendem usar o cartão de crédito principalmente para pagar suas compras. O local de compras preferido foi o e-commerce, com mais de 50% da preferência dos consumidores, seguindo pelo centro comercial, e este seguido de perto pelo Shopping Center. Destaca-se que duas cidades que não possuem Shopping Center, apontaram como altíssima preferência de compra neste local, indicando assim o turismo de compras.

Os fatores que influenciarão nas compras estão equilibrados entre preço, qualidade e descontos. Quanto aos produtos, roupas e brinquedos lideram as preferências, seguidos por calçados, cosméticos e chocolates.

​A pesquisa reforçou a tendência das datas anteriores quanto à forma de pagamento (crédito) e ao local de compras (e-commerce), e mostrou maiores valores de presentes se comparados com outras festividades. Para o coordenador da pesquisa, vale destacar como ponto positivo que mesmo em momento econômico mais sensível, os consumidores pretendem comprar em quantidades e valores significativos.

Ao compararmos os resultados com a pesquisa de 2020, os padrões de preços, quantidades, forma de pagamento e tipo de presente se mantiveram, porém o local de compras mudou significativamente, passando das lojas físicas para as digitais. O e-commerce subiu de 21% para 50% na preferência entre os anos, valor semelhante ao apontado pela pesquisa Webshoppers da Ebit/Nielsen em todo o Brasil, retratando um novo perfil de consumo e a necessidade de adaptação das empresas locais.

Ao empresário aconselha-se explorar os filtros do Dashboard exclusivo para entender melhor o perfil de seu consumidor e traçar estratégias de vendas.

A pesquisa é um trabalho gratuito prestado pelas instituições, com foco em auxiliar as empresas da região a melhor se preparar para os momentos mais importantes de vendas no ano. Ainda, a pesquisa se diferencia por ser um retrato regional e possibilitar cruzamento de informações em seu painel digital, auxiliando o empresário a identificar tendências específicas de seus consumidores.

Fonte: Ascom Grupo Unis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.