Microrregião de Passos e Cássia retorna à Onda Vermelha

Piora nos indicadores voltados à Covid-19 levou Comitê Extraordinário a tomar decisão. Medida começa a valer neste sábado (15).

Redação CSul/Foto: Divulgação Agência Minas

O Governo de Minas, através do Comitê Extraordinário Covid-19, decidiu pela regressão da microrregião de Passos e Cássia à Onda Vermelha, do programa Minas Consciente. A decisão começa a valer neste sábado (15).

No dia 29 de abril, a microrregião tinha sido autorizada para avançar à Onda Amarela do programa, no entanto, devido à piora dos indicadores voltados para a Covid-19, o governo decidiu pelo retorno à fase mais restritiva. Compõem a microrregião: Alpinópolis, Bom Jesus da Penha, Capetinga, Carmo do Rio Claro, Cássia, Claraval, Delfinópolis, Fortaleza de Minas, Ibiraci, Itaú de Minas, Nova Resende, Passos, São João Batista do Glória e São José da Barra.

O secretário de Estado de Saúde, o médico Fábio Baccheretti, destacou que o momento ainda exige cautela, especialmente porque o tempo de internação em UTI está maior com a nova cepa. Porém, a capacidade assistencial do Estado foi restabelecida.

“Temos algumas regiões que estão tendo alívio, por apresentarem uma folga na capacidade assistencial. Saímos do momento de colapso, vivenciado há 50 dias, em que todo o estado estava na mesma situação ruim, o que não viabilizava transferência de pacientes entre macros. Voltamos ao patamar normal, em que o estado passa a ser heterogêneo de novo. Algumas regiões estão indo bem, com tendência de melhora. Outras estão estabilizadas”, explicou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.