• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Evento em Poços de Caldas debate as tendências para a cadeia produtiva do café

Na ocasião, a Gerente de Cafés Especiais do Grupo 3corações, Patrícia Carvalho, anunciou que o Grupo 3corações irá lançar mais um café da Região Vulcânica.

Foto: IFSULDEMINAS

Na última quinta-feira (27/06), o IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas recebeu a segunda etapa do Coffee Connect, evento que reuniu diversos agentes da cadeia produtiva do café para discutir as tendências do mercado, com foco na agregação de valor ao grão, e a sustentabilidade da cafeicultura brasileira.

Durante o evento, o diretor-geral do IFSULDEMINAS – Campus Poços de Caldas, Prof. Rafael Felipe Coelho Neves, saudou e deu as boas-vindas a todos os participantes. Rafael aproveitou a oportunidade para falar sobre a Cidade da Inovação, em fase de instalação no IF e que será um polo tecnológico com mais de 54.000 m² dedicados à construção do conhecimento. O gestor destacou também a parceria com a Associação dos Produtores do Café da Região Vulcânica, que terá seu escritório e laboratório dentro da Cidade da Inovação. Agradeceu o envolvimento do Sebrae e dos servidores do IFSULDEMINAS que buscaram o apoio e os cerca de R$ 1,6 milhão de recursos do Ministério do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar (MDA) para o projeto de impulsionamento dos cafés da Região Vulcânica. Rafael comentou ainda sobre a proximidade da concessão de Indicação Geográfica para a Região Vulcânica. “Isso, com certeza, vai fazer com a gente tenha um valor ainda maior no produto dos associados da Região Vulcânica”, finalizou.

Na ocasião, a Gerente de Cafés Especiais do Grupo 3corações, Patrícia Carvalho, anunciou que o Grupo 3corações irá lançar mais um café da Região Vulcânica. “Estou aqui com a promessa de lançar um novo café da Região Vulcânica para valorizar cada vez mais esse trabalho incrível e de tanto privilégio, nesse terroir tão especial e único. Então, produtoras e cafeicultores entrem em contato comigo! A parceria só vai crescer!”, frisou Patrícia. O Grupo 3corações já mantém uma parceria de muitos anos com a Região Vulcânica através do Café Santa Clara Gourmet 100% Arábica Região Vulcânica e por meio das produtoras da Região participantes do Projeto Florada, que visa reconhecer o trabalho de mulheres cafeicultoras de todo o Brasil.

No Coffee Connect no IFSULDEMINAS, foram abordadas as seguintes temáticas: como agregar valor ao café; demandas de sustentabilidade; mercado para o café especial no Brasil; estratégia de comunicação com o setor; tendências do mercado de café. Entre os palestrantes convidados, estiveram a jornalista e produtora rural Luisa Nogueira; Patrícia Carvalho (Grupo 3Corações); Silvia Pizzol (Conselho de Exportadores de Café – CeCafé); Prof. Flávio Borém (Universidade Federal de Lavras); e Ricardo Schneider (Centro do Comércio de Café do Estado de Minas Gerais – CCCMG). O evento contou ainda com uma degustação comentada de cafés especiais.

No painel interativo, a diretora de Responsabilidade Social e Sustentabilidade do Cecafé, Silvia Pizzol, contribuiu com as discussões, expondo os pontos fortes sustentáveis da cafeicultura nacional e como esses atributos são uma vantagem competitiva diante das regras de comércio que emanam da União Europeia, como o Regulamento da UE para Produtos Livres de Desmatamento (EUDR, em inglês). Silvia abordou também as regras futuras (Diretiva em Devida Diligência em Sustentabilidade Corporativa – CS3D e o Regulamento que proíbe a comercialização no mercado comum europeu de mercadorias produzidas com uso de trabalho forçado), que serão implementadas a partir de 2027.

Em sua explanação, Ricardo Schneider, presidente do Centro do Comércio de Café do Estado de Minas Gerais (CCCMG), um dos idealizadores do Coffee Connect, abordou o cenário do mercado considerando os impactos do EUDR e os problemas logísticos para comercialização de café, enquanto a líder de Projetos Especiais do Grupo 3Corações, Patrícia Carvalho, compartilhou informações sobre o segmento de cafés especiais no Brasil, o comportamento do consumidor e as estratégias da empresa.

O professor e pesquisador da Universidade Federal de Lavras (UFLA), Flávio Borém, explanou sobre tecnologias e processos essenciais para a pós-colheita do café, nos cenários desafiadores decorrentes dos impactos das mudanças climáticas. Luisa Nogueira, jornalista e produtora de cafés especiais, discutiu como tornar o café brasileiro protagonista.

O Coffee Connect tem o intuito de reunir todos os participantes da cadeia do café, de produtores a corretores, comerciantes, profissionais de logística e exportadores para networking e troca de conhecimentos. Ao longo deste ano, estão previstas outras duas etapas, culminando em um grande encontro, agendado para o dia 28 de novembro.

Fonte: IFSULDEMINAS