• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Suspeito de feminicídio é condenado a 18 anos de prisão, em Caxambu

O Tribunal do Júri não concedeu ao suspeito o direito de recorrer em liberdade, uma vez presente o perigo decorrente se estiver solto.

Foto: CSul

O Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) obteve a condenação de um homem, a 18 anos e oito meses de reclusão, em regime fechado, suspeito de tentativa de feminicídio. O suspeito foi acusado de atingir a então companheira com golpes de martelo, que não morreu por cincunstâncias alheias à vontade de homem. O crime, segundo apurado, ocorreu no dia 22 de agosto de 2009, em Caxambu, no Sul do estado.

O julgamento foi realizado no última dia 25 de junho, e o Conselho de Sentença, após reconhecer, por maioria de votos, a materialidade, a autoria do fato e a tentativa, negou o quesito absolutório, reconhecendo, em seguida, a qualificadora do meio cruel.

O Tribunal do Júri não concedeu ao suspeito o direito de recorrer em liberdade, uma vez presente o perigo decorrente se estiver solto.

A acusação em plenário foi realizada pelo promotor de Justiça de Poços de Caldas, Cesar Antônio de Lima.

Fonte: MPMG