• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Varginhense bate recorde catarinense e se classifica para mundial de triatlo

O morro que Luiz Francisco, mais conhecido como “Chicão”, disputou, fica a 1.818 metros acima do nível do mar, em 10 horas e 56 segundos.

O triatleta Luiz Francisco Ferreira bateu recorde ao conquistar o Fodaxman Extreme Triathlon no último sábado (11). Ele foi o primeiro a atingir a linha de chegada no alto do Morro da Igreja, em Urubici.

O morro que Luiz Francisco, mais conhecido como “Chicão”, disputou, fica a 1.818 metros acima do nível do mar, em 10 horas e 56 segundos. Já no feminino, quem venceu foi Lívia Bustamante.

A prova é uma das mais difíceis do país. Segundo a organização, apenas 57 dos 86 atletas concluíram o percurso.

“A natação foi diferente para mim por ser à noite, sem ver nada, e tive problemas no início da bike, mas consegui resolver. Na corrida teve o trecho de terra, que para mim é diferente, e depois a subida, que parecia não acabar. Foi uma briga física e mental, queria caminhar e a cabeça mandava correr. Foi uma grande experiência”, conta Luiz.

Os primeiros colocados se classificaram para a disputa do Norseman, Campeonato Mundial de XTri World Tour. O campeonato será na Noruega, em agosto de 2022.

Esta foi a primeira edição do Fodaxman Extreme Triathlon como integrante do calendário da Xtri World Tour, que reúne provas de triatlo extremo.

A edição 2022, que ainda não tem data, será mais uma vez em Santa Catarina.

Fonte: Blog do Madeira/Foto: Eduardo Duks/Fodaxman

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.