Após recusa de Argentina e Colômbia, Copa América será disputada no Brasil

Com protestos sociais na Colômbia e agravamento da pandemia na Argentina, Conmebol decidiu por trazer o evento para o Brasil. Mudança contou com aval da CBF e do governo federal.

Redação CSul/Foto destaque: Reuters

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou nesta segunda-feira (31), que a Copa América 2021 será disputada no Brasil. O anúncio veio após a confirmação de que a Argentina não poderia sediar o torneio devido à pandemia no país. Vale ressaltar que, inicialmente, a Copa América seria realizada, de forma conjunta, por Argentina e Colômbia. Este último foi retirado da organização por conta da onda de protestos sociais no país.

Já nesta segunda-feira, a entidade confirmou a realização no Brasil. Pesou a favor do Brasil, a expertise da organização da última Copa América, em 2019 (vencida pela Seleção). Além disso, outro argumento utilizado foi o fato de o país ter mais estádios em boas condições para os jogos das equipes nacionais sul-americanas.

De acordo com a confederação, as datas de início e término do torneio estão confirmadas — 13 de junho e 10 de julho. Cidades-sedes e a tabela de jogos serão anunciadas “nas próximas horas”. Todavia, informações iniciais dão conta de que as sedes serão: Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, Recife e Natal. A final será disputada no Maracanã.

Houve uma consulta ao governo federal, que deu sinal verde para o torneio. A entidade agradeceu ao presidente Jair Bolsonaro e à CBF por “abrir as portas desse país” para o que, segundo a entidade, é o “evento esportivo mais seguro do mundo”.

Fonte: Agência Brasil/Portal GE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.