A duas rodadas do fim, oito equipes lutam contra rebaixamento e Palmeiras está com uma mão na taça

Inter deixou a disputa pelo título; Vasco, Fluminense e Corinthians possuem chances remotas de cair

A duas rodadas do fim do campeonato, várias equipes estão com o futuro indefinido na competição. Enquanto oito equipes lutam contra o rebaixamento à Série B, dois ainda possuem chances de levantar a taça, estando o Palmeiras com uma das mãos no caneco, outras ainda esperam chegar na Sul Americana e Pré Libertadores.

Título

Reprodução
Gilvan de Souza / Flamengo

Com a derrota para o Atlético Mineiro na última rodada, o Internacional não possui mais chances de conquistar o Brasileirão. Com isso, apenas Palmeiras e Flamengo estão na disputa, a mais acirrada da era dos pontos corridos. Em primeiro, e com vantagem de cinco pontos, a equipe Paulista precisa apenas de uma vitória simples sobre o Vasco na 37ª rodada, ou apenas um empate do Flamengo diante o Cruzeiro em BH. Em caso de vitória do mengão e derrota alviverde, o título será disputado na última rodada, com apenas dois pontos separando as equipes, e onde o Palmeiras enfrenta o Vitória, que já poderá estar rebaixado, e o Flamengo pegará o Atlético Paranaense. Se conquistar o caneco, o Palmeiras ampliará o título de maior campeão da competição, com dez conquistas.

Libertadores

Na briga por uma vaga direto na Libertadores, Internacional, Grêmio e São Paulo estão em vantagem, enquanto o Atlético Mineiro precisa de duas vitórias e torcer por duas derrotas tricolores para conquistar o quarto lugar.

O Internacional precisa de apenas uma vitória para conquistar a vaga para a competição nacional. A equipe enfrenta o Fluminense, em casa, e o lanterna e já rebaixado Paraná, fora. Para o Grêmio, vencer e vencer é a questão. A equipe gaúcha terá confrontos com o Vitória, fora, e o Corinthians, em casa, para tentar mais uma vez levantar o caneco da Libertadores no próximo ano. O São Paulo, com vida mais complicada, perdeu para o Vasco na última rodada, consequentemente, ficou fora do G4. Agora, a equipe paulista enfrenta o Sport, no Morumbi, e a Chapecoense, em Chapecó.

Pré-Libertadores

Cristiane Mattos/Reuters
Giuliano Gomes/PR Press

Por uma vaga na fase pré da competição internacional, um duelo de Atléticos incendeia a tabela. Enquanto o mineiro está em vantagem, em 6º com 56 pontos, o paranaense segue na cola, em 7º com 53. Para o galo, vencer os próximos compromissos são essenciais. Pois, uma vitória e uma derrota, somados à duas vitórias  do paranaense, leva a disputa da vaga pro saldo de gols, e por enquanto, os paranaenses estão ganhando por 16×13. O galo enfrenta Santos e Botafogo em casa, enquanto o furacão pega o Ceará, em casa, e Flamengo, no Rio.

Sul-Americana

Quem não tem cão, caça com gato. Enquanto alguns lutam pela disputa da Libertadores, outros estão tentando terminar o ano com uma vaga na Sul-Americana. O Atlético que deixar a vaga da Libertadores escapar, já estará com a da Sul-Americana assegurada, assim como o Botafogo. As outras quatro vagas serão disputadas por aqueles que conseguirem deixar o rebaixamento para trás.

Rebaixamento

Reprodução
Sirli Freitas/Chapecoense

Em uma das lutas mais acirradas e disputadas da edição, oito equipes ainda possuem chance de rebaixamento para disputa da Série B 2019. Alguns com poucas chances, outras com maiores, mas, não se pode bobear na reta final, faltando apenas dois compromissos.Paraná, lanterna, já está rebaixado.

Com a vitória do Bahia sobre o Fluminense, o bolo diminuiu. Agora sem chances de degola, o Bahia segue firme na Série A no próximo ano. Já o Fluminense, em 13º com 43, segue ameaçado, juntamente com Vasco e Ceará, também com 42. O Corinthians tem 43 pontos, mas com chances remotas, também pode se preocupar.

Em situações mais complicadas, Vitória, América, Sport e Chapecoense estão desesperados na luta contra a degola. O vice lanterna Vitória precisa não só vencer os dois jogos, que são complicadíssimos, como torcer por tropeços adversários. A equipe baiana pode ser rebaixada já nessa rodada, em caso de derrota para o Grêmio, em casa. O América, que passou metade do campeonato em crescente, caiu de produção e agora luta para permanência diante Bahia e Fluminense. A Chapecoense, em 16º, precisa de apenas uma vitória diante timão em São Paulo e derrota dos outros três clubes abaixo dela, Sport, Vitória e América.

Artilharia

Na luta pela artilharia da competição, Gabigol, o Gabriel do Santos, possui 17 tentos. Os segundos colocados, Diego Souza, do São Paulo, e Pablo, do Atlético-PR, possuem 12 cada. Ou seja, para tirar a vaga do adversário, Diego e Pablo terão que marcar nada mais nada menos que seis gols, isso se Gabriel não empurrar mais nenhuma bola para as redes.

Em 2017, dois jogadores terminaram a competição com 18 gols marcados e dividiram o título de artilheiro. Henrique Dourado, do Fluminense, e Jô, do Corinthians.

Levi Bianco/Brazil Photo Press

Curiosidades

  • Sem nenhuma chance clara e com apenas chutes de fora da área, o Fluminense bateu um recorde negativo no Brasileirão. Chegou a 568 minutos sem marcar gol. São seis jogos – a última bola na rede ocorreu em 21 de outubro, na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-MG. A marca anterior era de 1974. Naquela ocasião, foram 530 minutos de jejum em cinco partidas.
  • Antes líder do segundo turno, o Santos chegou ao quinto jogo seguido sem vencer. Depois de quatro derrotas consecutivas, o Peixe empatou em casa com o Botafogo e deu adeus à chance de chegar ao G-6.
  • Jair Ventura segue sem vencer como visitante no comando do Corinthians. Os números do treinador, que tem futuro incerto no clube, não são bons. De 17 partidas, ele ganhou quatro, empatou cinco e perdeu oito, aproveitamento de apenas 33%.
  • Fair Play: pela primeira vez em 36 rodadas, o Palmeiras não teve nenhum jogador advertido no Campeonato Brasileiro. Na goleada por 4 a 0 sobre o América-MG, apenas jogadores do Coelho receberam cartão.

Redação CSul – Iago Almeida / Foto: Reprodução Ilustração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.