Sinônimo de transformação no mundo dos negócios, empresa de automação de processos RPA e inteligência artificial, liderada por uma mente feminina, é destaque na nova era digital

Com propósito de “Ser Melhor Fazendo o Outro Melhor”, CEO Daniele Soares foi uma das primeiras mulheres a investir neste segmento no país.

Segundo dados colhidos pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), a participação feminina na área da tecnologia aumentou entre os anos de 2015 e 2019, tendo um salto significativo de quase 60% neste período, mas nem sempre foi assim. Ocupado majoritariamente por homens, este setor já foi alvo de discriminação de gênero no mercado de trabalho, mesmo com benefícios comprovados de que as mulheres no empreendedorismo e na inovação podem contribuir e muito para o crescimento econômico global, de 12 a 28 trilhões no PIB dos países anualmente, segundo a consultoria McKinsey.

Daniele Soares, fundadora da “Redesign”, empresa que executa Consultoria de Transformação, é exemplo de afinco neste meio. Ela fundou sua companhia em 2014, enfrentando um árduo desafio, uma vez que era uma das únicas mulheres neste mercado. No entanto, com a finalidade de REDESENHAR pessoas, processos e negócios, ela perseverou e atualmente, lidera este mercado, sendo responsável por projetos nacionais e internacionais.

Além disso, a automação de processos, RPA ou Robotic Process Automation se tornou uma grande tendência no mundo corporativo, na qual, a tecnologia é utilizada para interligar softwares e sistemas de forma única, sem descartar, o extenso número de aplicativos que estão à disposição dos clientes. Parceira da líder romena Uipath, com sede em New York, a “Redesign” lida facilmente com robôs inteligentes interagindo com funcionários, bem como robôs autônomos que podem lidar com processamento em grande escala.

Segundo Daniele, vivemos tempo de repensarmos as estruturas e, além disso, adaptarmos nossos pensamentos para alcançarmos resultados satisfatórios, de forma responsável, engenhosa e prática, uma vez que, a mão de obra pode ser utilizada de uma melhor maneira. “Diante da 4ª Revolução, precisamos da tecnologia como uma grande força para automatizar e trazer escalabilidade. Temos que repensar as estruturas, os modelos de negócios, adaptando e mudando o mindset das pessoas com os seus trabalhos e proporcionando a realização de tarefas mais nobres onde poderão utilizar e desenvolver suas habilidades. Afirma, Daniele Soares.

Os projetos da “Redesign” contam ainda com uma equipe especializada e multidisciplinar de desenvolvedores, Business Analysts, arquitetos de solução e consultores de negócios, que atuam como facilitadores no momento de estruturar e implantar a automação de processos nas empresas.

A CEO é formada em negócios, possui pós-graduação em liderança, inovação e gestão, bem como certificações em RPA. Também é palestrante, trabalha com inteligência artificial, mas é no ser humano que encontra motivos para se transformar.

Fonte e foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.