• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Artigo de Juarez Alvarenga – As inesperadas águas do mundo moderno

No mundo contemporâneo não existe nada como fato consumado como antigamente. Nem situações favoráveis e nem situações desfavoráveis. Tudo é mutável numa velocidade considerável.

E neste novo panorama percebemos que quem nasceu a favor da correnteza está hoje agonizando e se afogando. E quem ,como nós, nasceu contra a correnteza por mérito próprio conseguimos chegar em porto seguro.

Por isto esta mutabilidade tem que ser percebida e elogiada. Para este êxito foram necessárias duas estratégias dos novos vencedores. A primeira, que não atravessamos o mar com uma única braçada e sim com milhões, e a segunda, que não podemos deixar de nadar, senão ficaremos como os antigos vencedores indo para o fundo do mar.

Estas transformações até então imperceptíveis estão trazendo alento e reconhecimento para os novos vencedores e desilusões juntamente com desmotivações para os antigos vencedores e com razão, pois o quadro é irreversível e imutável.

Houve mérito incontestável dos novos ricos e incompetência significativa dos antigos donos da sociedade. Hoje as riquezas não são mais dádivas e herdadas e sim conquistadas. A antiga generosidade da sociedade em relação à oponente e ex-aristocracia é coisa de dinossauro. A era das dádivas já era, hoje no  mundo moderno estamos na era das conquistas. E preparar o ser humano para esta democrática sociedade é tarefa de quem exerce cargo de comando em qualquer área  humana.

Dinamitar o interior humano dentro dos limites organizatório da sociedade é dinamizar a incipiente economia brasileira. Os novos vencedores fizeram isto naturalmente, mas a maioria precisa ser acionada. Paciência na plantação e humildade na colheita é a receita de quem lutou com afinco contra a correnteza, e venceu.

Por isto convido este meu time para passar uma temporada agradável na paradisíaca praia de Porto Seguro, sob o olhar da lua, ao som realmente de Vinicius de Morais, com bermuda, batendo um papo legal e tomando café da manhã com mamão, pois estes sim tem motivos de sobra para comemorar suas saídas do inferno.

JUAREZ ALVARENGA
Advogado e escritor
Fone: 35 991769329

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.