• (35) 2105-5555
  • csul@correiodosul.com
  • Rua Marcelino Rezende, 26 - Parque Catanduvas

Próximo adversário do Brasil na Copa é comprador do açúcar mineiro

Camarões adquiriu 3,8 mil toneladas do produto agrícola no ano passado.

Foto: CSul.

Último adversário do Brasil na fase de grupos da Copa do Mundo no Catar, Camarões teve seu melhor desempenho no Mundial em 1990, quando chegou às quartas de final. Já no campo das relações comerciais, o jogo é meio morno. 

O Brasil importa dos africanos látex, borracha natural e gomas naturais, entre outros, e exporta principalmente açúcares e melados. 

Um dos destaques da pauta de exportação é o açúcar mineiro. No ano passado, as vendas para do produto feito em Minas para Camarões somaram US$ 1,3 milhão, com o embarque de 3,8 mil toneladas. 

A melhor performance dos embarques dos produtos agropecuários mineiros ao país africano foi registrada em 2011, com a venda de US$ 14 milhões em açúcar.  

Neste ano, a produção mineira de açúcar é projetada em 4,1 milhões de toneladas. O estado ocupa o segundo lugar no ranking nacional. As regiões do Alto Paranaíba e Triângulo Mineiro respondem por 76% da produção estadual da cana-de-açúcar, matéria-prima para a produção de açúcar e também do etanol.

De janeiro a outubro de 2022, Minas exportou 2,8 milhões de toneladas de açúcar para 59 países compradores. Destaque para China, Nigéria e Indonésia.

Fonte: Agência Minas.