Voluntários coletam assinaturas para retorno do Hemocentro

Voluntários se concentram no calçadão da Wenceslau Braz para coletar assinaturas para o retorno do Hemocentro em Varginha. Uma das voluntárias disse que apoia o movimento porque sentiu na pele o problema; o filho, recém-nascido, precisou de sangue e não havia na cidade.

Na última semana, a Prefeitura de Varginha divulgou nota sobre a baixa no estoque de sangue dos Hospitais Públicos da cidade.  A coleta  é realizada somente uma vez por semana. Com a falta de sangue a direção do Hospital Regional de Varginha chegou a remarcar cirurgias. Segundo a farmacêutica Rafaela Abreu, dois tipos sanguíneos estão mais em falta. “No momento, precisa mais do ‘O positivo’ e do ‘O negativo’, para o Hospital Regional, principalmente por ser um hospital de grande porte. Noventa por cento das cirurgias são de muita extensão e precisa de muito sangue”, diz a farmacêutica.

Segundo a profissional, hoje são utilizadas cerca de 500 bolsas ao mês, mas a reposição é de apenas 10%. “Os mais prejudicados nisso são os pacientes realmente e devido a esse estoque baixo, não está acontecendo a reposição, então a gente não consegue equilibrar essas cirurgias”, diz a farmacêutica.

Em Varginha, as doações podem ser feitas na Policlínica Central, das 7 horas ao meio-dia, toda segunda-feira. No entanto, é necessário um agendamento prévio. O telefone para mais informações é o 3690-2297.

Há um posto de coleta na Policlínica Central, mas funciona apenas nas segundas-feiras pela manhã. As principais reclamações, são ter apenas um dia para coleta de sangue e a necessidade de agendar a coleta por telefone.

Na última semana, a Prefeitura de Varginha divulgou nota sobre a baixa no estoque de sangue dos Hospitais Públicos da cidade
Na última semana, a Prefeitura de Varginha divulgou nota sobre a baixa no estoque de sangue dos Hospitais Públicos da cidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *