“Vem Pra Rua” reune mais de 15 mil pessoas na região: Em Varginha, manifestação foi maior que as anteriores

Manifestantes foram às ruas de várias cidades do Sul de Minas neste domingo (13), em protesto contra o governo Dilma Rousseff. As maiores concentrações aconteceram em Poços de Caldas, Pouso Alegre e Varginha . Muitas pessoas participaram do movimento com roupas nas cores verde e amarelo e carregando bandeiras do Brasil.

Com palavras de ordem como “vem pra rua” e “abaixo a corrupção”, “fora Dilma” “fora PT”, e “fora Lula”, o grupo usou apitos, faixas e pixulecos para demonstrar a insatisfação com o atual cenário político do país.

varginha
Créditos: Varginha Online/ Márcio Borges

Em Varginha, a concentração começou por volta das 9 horas na Concha Acústica com início tímido, porém as 10 horas, como estava previsto, a multidão cantou o Hino Nacional e organizadores tomaram a palavra, dando início à manifestação.

Segundo os organizadores, cerca de cinco mil pessoas acompanharam o movimento, já a Polícia Militar, divulgou um balanço totalizando 2.500 mil pessoas. Ainda de acordo com a PM, não foi registrada nenhuma ocorrência.

Os manifestantes, alguns representando frentes como a Maçonaria,  passaram pela Avenida  Rio Branco, Avenida São José, indo até a Receita Federal e  retornando a  Concha Acústica pela Rui Barbosa. Bastante empolgados, portavam bandeiras, cartazes e faixas com apoio ao  juiz Sergio Moro.

Apesar da grande diversidade de público, em Varginha foi observado a falta de jovens no movimento, diferente de grandes centros do país. Alguns leitores, questionaram ainda, a parte técnica do evento, afirmando ter tido dificuldades para ouvir o que saia das caixas de som.

“Poderiam ter tido um carro de som conduzindo os manifestantes, e mais apoios para os organizadores na divulgação do movimento”, declarou um leitor que esteve na manifestação.

Na semana passada, o CSul ouviu um dos organizadores da manifestação, Carlos Alberto Jardim, que nos relatou  em uma entrevista exclusiva, a dificuldade que teve em divulgar o evento em alguns veículos de comunicação local.

 

Em Varginha, a concentração começou por volta das 9 horas na Concha Acústica
Em Varginha, a concentração começou por volta das 9 horas na Concha Acústica. Foto: Guilherme Campos

Pouso Alegre

Em Pouso Alegre, os organizadores estimam em 12 mil o número de manifestantes que se reuniram na Praça Senador José Bento no começo da manhã e fizeram uma passeata pelo Centro. A Polícia Militar contabilizou a presença de cerca de  5 mil pessoas.

Poços de Caldas

Em Poços de Caldas, a PM estima que cerca de de 700 pessoas foram para a Praça Pedro Sanches por volta das 10h. No início da tarde, o cálculo já chegava a 6 mil. A organização do manifesto contabilizou 8 mil manifestantes.

Lavras

Em Lavras, segundo os organizadores, cerca de 500 pessoas participaram da manifestação a favor do impeachment da presidente Dilma e contra a corrupção. A Polícia Militar não fez uma estimativa do número de pessoas.

Passos

Segundo a PM, cerca de 2 mil pessoas foram às ruas em Passos.

Ouro Fino

Em Ouro Fino, o número de manifestantes teria ficado entre 250 e 300 segundo a PM. Já os organizadores estimaram em 500 participantes, contando também com moradores de cidades vizinhas, onde não houve protesto.

Boa Esperança e São Lourenço

Em Boa Esperança e São Lourenço a PM não divulgou um balanço. De acordo com organizadores, o protesto de Boa Esperança contou com 400 pessoas e o de São Lourenço, 1 mil.

Santa Rita do Sapucaí

Em Santa Rita do Sapucaí, cerca de 2,5 mil pessoas, segundo os organizadores e a PM foram às ruas. Eles percorreram diversas ruas da cidade pedindo o impeachment da presidente e apoio ao Ministério Público Federal e ao juiz Sérgio Moro.

Itajubá

Em Itajubá, cerca de 4 mil pessoas, segundo os organizadores, pediram também a prisão do ex-presidente Lula e apoio à Polícia Federal. Participaram também caravanas de Maria da Fé e Brazópolis.

Extrema

Em Extrema, além de passeata, uma carreata se juntou ao grupo que, segundo os organizadores, contou com 250 veículos e 300 pessoas. Segundo a PM, foram 150 veículos e 200 pessoas.

Três Pontas

Em Três Pontas, cerca de 500 pessoas caminharam pelas ruas da cidade. Os manifestantes cantaram o Hino Nacional e também pediram o impeachment da presidente. Parte dos manifestantes também organizou um tratoraço para chamar a atenção para o clima político no país. O organizador não informou o número estimado de participantes.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *