Varginha tem novo paciente com suspeita de coronavírus; Minas Gerais confirma primeiro caso

Dez casos de coronavírus na região estão sendo investigados pela Secretaria de Saúde, segundo boletim oficial emitido na tarde da última sexta-feira (6). Mais um caso do vírus está sendo investigado em Varginha, outros casos são investigados em Alfenas e São Sebastião do Paraíso, com um caso cada.

As cidades da região com casos suspeitos do vírus são, Varginha (6 casos), Pouso Alegre (1 caso), Lavras (1 caso), Alfenas (1 caso) e São Sebastião do Paraíso (1 caso).

Prefeitura de Varginha

Com seis sob investigação, Varginha é a cidade com o maior número de casos suspeitos do coronavírus. A Secretaria de Saúde de Varginha, através da Comissão de Prevenção, Controle e Enfrentamento do Coronavírus, informou que no último sábado (7), foi atendido na cidade um novo caso suspeito de infecção pelo novo Coronavírus (COVID-2019).

Segundo a Prefeitura, foi realizada coleta, encaminhada para o Laboratório de Referência. “Trata-se de paciente do sexo feminino, com 34 anos, procedente da Europa, onde visitou vários países”, informou.

Ainda de acordo com a Prefeitura, não foi necessário internação, a paciente encontra-se estável, está sendo monitorada por equipes da Atenção Básica e permanece em isolamento domiciliar, conforme determina os protocolos do Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde.

Os três casos de uma família do município, que esteve internada no Hospital Samuel Libânio referência em tratamento da doença, em Pouso Alegre, continuam na lista do Ministério da Saúde, mesmo recebendo altas. Conforme o novo boletim, estão em investigação mais um caso em Varginha, outro em Alfenas e outro e São Sebastião do Paraíso.

Primeiro caso confirmado no Estado

O Ministério da Saúde confirmou o primeiro caso de infecção por coronavírus em Minas Gerais, na tarde deste domingo (8). Agora, já são 25 casos da COVID-19 confirmados no Brasil.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, trata-se de uma mulher, de 47 anos. Ela chegou a Belo Horizonte no dia 2 de março, após uma passagem pela Itália e seguiu viagem até Divinópolis, onde mora, no centro-oeste do estado. Ainda de acordo com a secretaria, a paciente apresenta sintomas leves como coriza, dor e sensação de mal-estar. Ela está em isolamento domiciliar.

O exame que detectou a doença foi feito na casa da paciente por um laboratório particular da capital, na quinta-feira (5). Após análise, o resultado foi repassado ao Governo do Estado na sexta-feira (6) e encaminhado para a Fiocruz, que confirmou o diagnóstico neste domingo (8).

“Trata-se de uma mulher, de 47 anos, com município de residência em Divinópolis, que esteve na Itália, retornando à capital mineira em 02/03. No momento, a paciente apresenta sintomas leves (coriza, mialgia e sensação de mal-estar) e encontra-se em isolamento domiciliar”, informou a Secretaria.

*Com informações EM 
Foto destaque: Imagem Ilustrativa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *