Varejo espera recuperação com queima de estoque

Após um ano muito movimentado, em que o Brasil se viu em meio a crise econômica, a expectativa para 2016 é de incertezas. No comércio varejista, as vendas subiram no mês de novembro de 2015 e o volume de vendas apresentou uma expansão de 1,5% em relação ao mês anterior, porém, na comparação com novembro de 2014, o cenário foi de queda; 7,8%.

Em Varginha, os comerciantes irão aproveitar o que sobrou no estoque para liquidar mercadorias, o que é tradicional nesse começo de ano. As lojas de vestuário são as que mais realizam promoções, já que precisam destacar as novas coleções dos próximos meses.

Os comerciantes esperam uma recuperação, porém a longo prazo; “A queima faz o estoque girar, mas estamos falando de algo que levará tempo”, declarou o Diretor da Associação Comercial de Varginha – ACIV, Anderson de Souza Martins.

Uma preocupação dos comerciantes é a chegada do shopping na cidade: o receio de que os clientes deixem de comprar no comércio central; “Mas tudo é uma realidade incerta ainda. O que espero realmente, é que todos tenham sucesso”. afirmou Anderson.

Está sendo estudado a viabilização do projeto de revitalização do comércio, que traz bastante expectativa. Os varejistas esperam melhorar o cenário atual das vendas e valorizar o comércio da cidade; “Nós temos várias forças se unindo para sair desta crise. É um momento de unir forças”. declarou o diretor.

Para o Presidente da Câmara, Rômulo Azevedo, o comércio local merece mais atenção e apoio; “O poder público deve participar ativamente na busca de alternativas e soluções. A Câmara de Vereadores tem se dedicado ao tema e diversos requerimentos e inscrições foram ofertados. Não basta tentar trazer novas empresas, pois o que vimos nos últimos anos é que poucos empregos foram gerados. Me parece mais importante apoiar aqueles que aqui estão e investem muito tempo, e que com nosso apoio poderiam otimizar e multiplicar  num circulo positivo e saudável. A vinda do Via Café Garden Shopping, é uma conquista e realização de um sonho antigo dos varginhenses e do Sul de Minas, sendo que a concorrência promove e promoverá bons resultados para os lojistas, para o comércio em geral e, sobretudo, para o consumidor”, finaliza o presidente.

comercio-de-varginha
Revitalização central comercial traz expectativas, mas chegada de shopping deixa comerciantes apreensivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *