Segundo Jucemg, 7.703 empresas estão ativas em Varginha

Sala Mineira do Empreendedor será inaugurada no município na próxima quinta-feira

Região polo do Sul de Minas, Varginha abriu 387 empresas no primeiro trimestre de 2018. Para atrair mais empreendimentos e facilitar o ambiente de negócios à cidade, a Junta Comercial de Minas Gerais, Prefeitura Municipal e Sebrae-MG inauguram na próxima quinta-feira (3), às 10 horas, a Sala Mineira do Empreendedor.

Espaço exclusivo, com serviços e orientações para abertura e fomento de novos empreendimentos, o atendimento ao empresário será no Escritório Regional da Jucemg, Rua São Paulo, nº 180 – Centro.

O projeto possibilita o empreendedor formalizar seu negócio em todos os níveis, de maneira simplificada e desburocratizada, além de ter acesso a serviços para melhorar, ampliar e desenvolver habilidades para gerir a empresa.

Em Varginha, 7.703 empresas estão ativas, tendo a maior parte de serviços, 3.229, seguidos de 3.102 comércios e 742 indústrias, conforme dados da Jucemg. Entre janeiro e março de 2018, os empreendimentos mais abertos, por segmento, foram lojas de roupas e acessórios e restaurantes (comércio); construção de edifícios no setor industrial e serviços combinados de escritório e apoio administrativo, bem como atividades de consultoria empresarial no ramo de serviços.

A adesão à Sala Mineira é feita exclusivamente por um Acordo de Cooperação Técnica via Prefeitura, adequação à lei a Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócios- Redesim e ao processo de abertura de empresa pelo serviço Minas Fácil da Junta Comercial.

O projeto conta com parceiros e está baseado em três pilares (serviços, capacitações e orientações). Na adesão, a Jucemg oferece capacitações na sede e também palestras sobre simplificação e desburocratização dos processos de registro e formalização de empresas.

Até o momento, mais de 200 cidades já aderiram à Sala Mineira. O objetivo é chegar a 100 Salas inauguradas e a 300 municípios aderentes até o final de 2018, ajudando a efetivar a Redesim no Estado,isto é, criar um procedimento padrão e sem burocracia para abertura de empresas em Minas. A Redesim foi criada pelo Governo Federal e visa ser implantada em todo o país por intermédio das Juntas Comerciais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *