Reunião dá boas-vindas à nova comandante da Companhia da Polícia Militar

Grupo aproveitou oportunidade para discutir ações para combate e enfrentamento à violência contra a mulher em Varginha

Uma comitiva de mulheres foram dar boas-vindas à comandante da 55 ª Companhia da Polícia Militar de Varginha, Capitã Bianca Grossi Silveira Campos Pinto, que assumiu o cargo no mês de janeiro. Ela é a primeira oficial mulher a ocupar o cargo em Varginha.

A presidente da Câmara Municipal de Varginha, vereadora Zilda Silva, esteve presente na reunião. Também participaram a advogada Izabel Braga, presidente da Comissão da Mulher Advogada de Minas Gerais; a servidora pública municipal, Célia Solange; a diretora tesoureira da OAB Varginha, advogada Graziele Paiva; as representantes da Comissão da Mulher Advogada da OAB Varginha, advogadas Eliane Rocha e Sara Carvalho; e a Delegada Responsável pela Delegacia da Mulher de Varginha, Geny Azevedo.

O grupo foi recebido pela capitã Bianca, pelo Comandante do 24º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Marcos Serpa, pelo subcomandante major Alexandre e pela assessora de Comunicação Organizacional, tenente Daer. “Sinto-me muito satisfeita por esse acolhimento de vocês. Isso valoriza o nosso trabalho e nos dá mais força ainda para continuar nossa missão. Tenho certeza que vocês serão grandes parceiras nesse meu novo desafio”, disse a capitã.

A vereadora Zilda Silva fez questão de parabenizar a capitã pelo trabalho reconhecido. “Sabemos que esse reconhecimento é totalmente merecido por toda competência que a Bianca demonstra ao longo de sua carreira na Polícia Militar e para nós, mulheres, que buscamos exatamente isso, ficamos muito orgulhosas e nos sentimos representadas. Estamos muito felizes de vir aqui neste momento para poder parabenizá-la”, disse a presidente da Câmara.

Combate à Violência Contra a Mulher

O grupo também aproveitou a oportunidade para discutir o fortalecimento das ações de enfrentamento e combate à violência contra a mulher. “Nosso trabalho em conjunto pode resultar em muitas ações positivas em prol do combate à violência contra a mulher. É uma rede que formamos, que precisa ser fortalecida e temos certeza que podemos somar com muito trabalho. Por isso que, além das boas-vindas, viemos nos colocar aqui à disposição da capitã para o que for preciso. Para que sejamos parceiras”, disse a advogada Izabel Braga.

A Companhia da Polícia Militar, comandada pela capitã Bianca é a responsável pela Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica, que atua exclusivamente na atenção às famílias e prevenção da violência doméstica. “Estamos muito felizes com essa nomeação da capitã. Temos certeza que será um trabalho em conjunto com muito entusiasmo e competência. Trabalharemos juntas e com muita cumplicidade”, disse a Delegada Responsável pela Delegacia da Mulher de Varginha, Geny Azevedo.

A expectativa é de que o grupo, somado a outras lideranças, como o Conselho Municipal da Mulher, se reúna em outras oportunidades para buscar alternativas e obter conquistas na área de combate à violência contra a mulher.

Violência doméstica

Dados divulgados no último dia 3 de fevereiro apontaram redução da violência doméstica em Varginha, demonstrando que as ações desenvolvidas pela Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica – PPVD estão sendo positivas. A patrulha foi implementada em Varginha em junho de 2018 e é formada por dois policiais militares qualificados que atuam exclusivamente na atenção às famílias e prevenção à violência.

“Os dados apontam redução da violência doméstica na cidade de Varginha, demonstrando que as ações desenvolvidas pela PPVD estão sendo positivas”, ressalta a Capitã Bianca, comandante da 55ª CIA da Polícia Militar.

O trabalho da patrulha (PPVD) é de extrema importância especialmente pelo primeiro acolhimento e a prestação de orientação às vítimas de violência doméstica. O objetivo é cortar o ciclo da violência. Contudo, é preciso esclarecer que para ter acesso ao serviço, três números telefônicos estão diretamente relacionados com as ações, são eles: o “Disque Denúncia Unificado” – 181, o “Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência” 180, e o próprio número da Polícia Militar, 190.

Polícia Militar

Fonte e fotos: Câmara Municipal de Varginha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *