Região tem alta no número de leitos ocupados

Em alta crescente no Estado, pandemia de Covid-19 aumenta número de pacientes em leitos de UTI no Sul de Minas.

Redação CSul/Foto: Gil Leonardi/Imprensa MG

Mais de 1.200 leitos de UTI foram abertos pelo Governo de Minas Gerais desde o início da pandemia. Mesmo assim, o hospital de campanha montado em Belo Horizonte deve começar a funcionar nos próximos dias. Segundo o secretário de estado de saúde, a unidade vai reforçar a estrutura dos hospitais do governo.

No Sul de Minas, a ocupação total de leitos de Unidade de Terapia Intensiva chega a 67%, 14,47% são exclusivos para pacientes com coronavírus. Os dados pertencem a atualização da SES-MG.

Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o Sul de Munas conta com 477 leitos de UTI, 69 deles são usados para tratamento da Covid-19, enquanto outros 245 leitos são usados para outros tratamentos. Na região 163 leitos estão desocupados, todavia o órgão não declara quantos são para tratamento do vírus.

Situação no Sul de Minas

Guaxupé e Lavras já chegaram a divulgar que já haviam atingido a capacidade máxima. Em Andradas, a transferência de pacientes da cidade para Poços de Caldas vem gerando polêmica.

Na última quinta-feira (2), a Santa Casa de Guaxupé chegou a divulgar que 100% dos leitos destinados a tratamento do coronavírus estavam ocupados.

Nesta segunda-feira (6), no Hospital Vaz Monteiro em Lavras, a unidade registou ocupação em todos os leitos voltados para pacientes com o vírus. Já a Santa Casa, três leitos estavam disponíveis.

A transferência de pacientes de Andradas para Poços de Caldas causou confusão no último final de semana. Prefeitura andradense alega que Santa Casa poços-caldense se recusou a receber pacientes, enquanto hospital afirma que Prefeitura sabe da falta de vagas e tem agido de forma “inadvertida e irresponsável”.

Durante uma live realizada na segunda-feira, 06, o prefeito de Andradas, Rodrigo Lopes, afirmou que dois pacientes foram transferidos para Poços de Caldas no domingo, segundo ele, “seguindo todos os protocolos” estabelecidos pela pactuação existente entre o município e a rede de saúde da região.

O prefeito afirmou ainda que pela pactuação Andradas tem direito a mais de 4 mil internações anuais de média e alta complexidade em hospitais da região – de Alfenas, Pouso Alegre e Poços de Caldas.

Os leitos de UTI ocupados em Minas Gerais representam 68% e 1.136 leitos livres, no Sul do Estado os níveis de ocupação representam 66% e 163 leitos livres. Já no Centro Sul os níveis de ocupação registram 56% e 62 leitos livres, enquanto na Área Central é representada uma área de 72% de leitos ocupados e 252 leitos livres para o tratamento do coronavírus+

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *