Queda de vazão no Ribeirão Santana deixa bairros sem água em Varginha

A falta de chuvas já começa a provocar efeitos em Varginha. Por causa da estiagem, moradores de bairros da parte alta da cidade reclamam da falta de água em alguns períodos do dia. Segundo a Companhia de Abastecimento de Minas Gerais (Copasa), o Ribeirão Santana já teve a vazão reduzida em 75%.

Bairros como Pinheiros e Bela Vista já estão recebendo menos água por causa do ribeirão. Antigamente, a Copasa abastecia 35 bairros com a água que era captada no Ribeirão Santana. De um ano para cá, o número caiu para 23 bairros e agora esse número pode cair ainda mais.

“A Copasa hoje está tomando medidas para ampliar a abrangência da área de abastecimento com a captação do Rio Verde, assim nós vamos diminuir a demanda no Ribeirão Santana”, disse Rosângela Krepp, analista administrativo distrital da Copasa.

Para normalizar a situação, a Copasa informou que está construindo uma casa de bomas no antigo reservatório da Praça João Pessoa. De lá, a água do Rio Verde será levada para os locais que eram abastecidos pelo Ribeirão Santana.

“Daqui uns 10 dias, com essas ações que nós estamos tomando, nós vamos conseguir abastecê-los de uma melhor forma”, disse Rosângela.

Com a mudança, o Rio Verde passa a ser responsável por quase 90% do abastecimento da cidade. Atualmente, a população de Varginha consomo 28 milhões de litros de água diariamente. A Copasa garente que não vai faltar água, mas isso não quer dizer que está liberado o desperdício.

agua_interna

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *