“Pude superar tudo isso e reescrever uma nova história”, diz autora do livro “Vida e Verdade” ao CSul

Varginhense publicou seu primeiro livro baseado em fatos reais

Redação CSul-Karen Emanuelle

A violência doméstica é silenciosa, pouco se ouve sobre ela, até que as vítimas chegam a denunciar. Algumas vezes a vítima não conhece os seus direitos ou teme fazer a denúncia. A pedagoga e psicopedagoga, Rosana Pereira dos Reis traz em seu primeiro livro “Vida e Verdade”, baseado em fatos de sua vida, um relato dos abusos que marcaram sua história.

A pedagoga contou ao CSul que viveu momentos de tensão em seu primeiro casamento, já que a varginhense não conseguia falar sobre a situação, começou a escrever. A autora de “Vida e Verdade” abre o coração ao falar de sua obra.

“Vida e Verdade, é uma obra que retrata uma experiência de amor, libertação e coragem, vivenciada por mim mesma quando me casei pela primeira vez aos 22 anos. Com a intenção de elaborar melhor meu passado, decidi escrever o que tinha dificuldades de contar às pessoas. Aos poucos eu vi minha história se transformando em livro, onde revelo um casamento marcado por abusos, e como, ao me reconhecer completa em mim mesma, pude superar tudo isso e reescrever uma nova história”, contou.

Quando a varginhense percebeu, sua vida já havia virado um livro, Rosana então passou a compartilhar com pessoas próximas e até mesmo estranhos, foi quando ela percebeu a história que tinha em mãos.

O livro ressalta a importância de fazer a denúncia quando se vive em situação de abuso. “O problema da violência doméstica existe, é real e vive ao lado. Por isso, estou abraçando essa causa, um compromisso que é de todos nós, com um objetivo de conscientizar a mulher do seu DIREITO DE VIVER SEM VIOLÊNCIA (Lei Maria da Penha).”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *