Projeto de revitalização vai alargar calçadas e melhorar acessibilidade no Centro de Varginha

Reunião discute projeto de revitalização do Centro de Varginha (Foto: Márcio Borges / Varginha Online)

 

Obras devem acontecer em agosto para alargar calçadas em ruas centrais e melhorar a acessibilidade.

Aciv discute revitalização do Centro de Varginha
A Associação Comercial de Varginha (ACIV) apresentou em uma reunião nesta quarta-feira (5) o projeto de revitalização do Centro da cidade. Entre as reclamações que levaram a instituição a promover o encontro estão a condição das calçadas e a falta de vagas para estacionar os carros na região central. A previsão é de que as obras comecem em agosto.
Cerca de 10 mil pessoas circulam pelas ruas do Centro de Varginha todos os dias. Muitas passam por calcadas apertadas e estreitas. A falta de estacionamento também está na lista de reclamações de consumidores e comerciantes.
A última vez que houve algum tipo de revitalização na região central da cidade foi há cerca de 30 anos. “É muito pouco atrativo pra quem vem ao Centro, precisa de reforma”, comenta a gerente de uma loja, Jesli Oliveira.
A partir de agosto, o Centro pode ganhar uma cara nova, algumas das principais vias da cidade com pisos novos nas calçadas e ruas mais largas. A proposta é revitalizar seis quarteirões da área central, incluindo a Rua Presidente Antônio Carlos, Travessa Monsenhor Leônidas, Calçadão da Wenceslau Braz e ruas Deputado Ribeiro de Resende, São Paulo, Álvaro Costa e Avenida São José.
A obra vai custar R$ 1 milhão. Na reunião, comerciantes se reuniram pra discutir os impactos da mudança. “Uma revitalização do centro comercial, com alargamento de calçadas, maior acessibilidade, pode facilitar o trânsito de pedestres, deixando o Centro mais voltado para os pedestres. Mais conforto para os clientes, para os consumidores, e as famílias, obviamente, vão aproveitar muito mais o Centro”, explica o presidente da ACIV, Anderson Souza Martins.
 
Sem vagas
Mas o projeto não resolve um antigo problema: a falta de estacionamento. “Tem ficar dando voltas, até esperar a bondade de alguém sair pra você estacionar”, reclama Joel Ferreira.
Uma pesquisa mostra que a insatisfação dos motoristas é grande, chegando a 77%. “Isso é visível, qualquer consumidor que você encontrar na rua, ele de pronto vai dizer que reprova e acha difícil estacionar seu carro. De cada 10 consumidores, quase 8 dizem que o maior desestímulo que eles têm pra ir no Centro comprar é realmente encontrar uma vaga pra estacionar”, completa o diretor do instituto, Renato Clepf.
Segundo o secretário de Planejamento da prefeitura, José Manuel Magalhães Ferreira, o objetivo com as mudanças no Centro não é melhorar o estacionamento de veículos, mas mudar a ótica. “Essa mudança de ótica não é facilitar a vida dos carros, é facilitar a vida dos pedestres que circulam e devem se mover com acessibilidade e facilidade dentro do Centro da cidade. Com relação ao estacionamento, nós perderemos algumas vagas em algumas vias transversais para poder melhorar o tamanho das calçadas.”
Ainda segundo o secretário, para contornar a falta de vagas, a prefeitura está incentivando a construção de estacionamentos particulares na área central da cidade.

Fonte: Varginha online

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *