Prima e esposa da vítima de homicídio em Varginha se envolvem em confusão no bairro Três Bicas

A suspeita, conhecida como Vanessinha das Três Bicas, danificou o veículo de Tamiris, esposa de Márcio, morto nesta terça-feira em Varginha

A prima e a mulher da vítima do homicídio registrado na noite desta terça-feira (21), no Residencial Rio Verde II, se envolveram em uma confusão que terminou com uma presa e um carro danificado. O caso aconteceu no início da tarde desta quarta-feira (22), no bairro Três Bicas, em Varginha.

Segundo informações de testemunhas e da PM, a mulher da vítima, Tamiris Artuani Petrim, foi até a casa dos dois, no bairro Três Bicas, para pegar umas roupas e levar até o IML – Instituto Médico Legal, onde o corpo do marido está ainda sem liberação. Ao chegar no local, ela estacionou o carro na rua e entrou em casa. Neste momento, a prima da vítima, conhecida como Vanessinha das Três Bicas, enfurecida, golpeou o carro de Tamiris, danificando os vidros na parte dianteira e traseira do veículo, além dos faróis, com uma faca e pedras.

Após quebrar o carro de Tamiris, a suspeita correu para dentro da casa, onde se trancou com a ajuda de outras pessoas, enquanto a vítima acionou a PM. Quando os militares chegaram ao local, Vanessinha tentou fugir pelos fundos da residência mas foi contida pelos policiais.

De acordo com a PM, a suspeita possui diversas passagens pela polícia, entre eles furto e tráfico de drogas. Ela foi encaminhada para a delegacia de plantão juntamente com a faca apreendida.

Willian Boechat / Varginha 24 Horas
Willian Boechat / Varginha 24 Horas
Willian Boechat / Varginha 24 Horas
Vanessinha foi contida por policiais dentro da casa e levada à delegacia / Iago Almeida/CSul
A mulher da vítima de homicídio estava muito nervosa com os últimos acontecimentos / Iago Almeida/CSul
Vanessinha das Três Bicas saiu exaltada da casa e chutou a viatura da PM / Iago Almeida/CSul
PM foi acionada e esteve na casa, onde a suspeita estava trancada e tentou fugir / Iago Almeida/CSul
Momento em que a suspeita é presa pela PM / Iago Almeida/CSul

O crime

Márcio Marques, de 29 anos, foi morto com uma facada depois que, juntamente com sua esposa, Tamiris Artuani Petrim, de 32, se envolveram em bate-boca com o motorista João Paulo de Castro, de 37 anos, autor do esfaqueamento.

Os envolvidos iniciaram uma discussão de trânsito em um posto de combustíveis no bairro Santana, antes do crime que aconteceu na Rua Adelina Garcia Chagas, no Parque Residencial Rio Verde II, em Varginha.

O suspeito continua foragido / Redes Sociais
Vítima / Redes Sociais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redação CSul – Iago Almeida / Fotos: Iago Almeida/CSul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *